Matthew Arnold

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Matthew Arnold
Matthew Arnold, por Elliott & Fry, cerca de 1883.
Nacionalidade Reino Unido britânico
Data de nascimento 24 de Dezembro de 1822
Local de nascimento Laleham, Middlesex
Data de falecimento 15 de abril de 1888 (65 anos)
Local de falecimento Liverpool
Gênero(s) Poesia literária, social e crítica religiosa
Ocupação Inspetor das Escolas de Sua Majestade
Período de atividade Vitoriano
Obra(s) de destaque "Dover Beach", "The Scholar-Gipsy", "Thyrsis", Culture and Anarchy, Literature and Dogma
Cônjuge Frances Lucy
Filhos Thomas
Trevenen
Richard
Lucy
Eleanore
Basil
Influências William Wordsworth, John Keats, Charles Augustin Sainte-Beuve, John Henry Newman, Goethe, Senancour
Influenciados George Saintsbury, T. S. Eliot, F. R. Leavis, Lionel Trilling, Mordecai Kaplan, Don Cupitt, Florence Earle Coates

Matthew Arnold (Laleham, 24 de dezembro de 1822 - Liverpool, 15 de abril de 1888) foi um poeta e crítico britânico, um dos críticos literários e de costumes em que a Inglaterra Vitoriana melhor se espelha. Matthew Arnold foi um poeta prolífico e um intelectual voltado para a democratização do ensino.

Matthew Arnold nasceu em Laleham e era tio-avô de Aldous Huxley e primogênito de Thomas Arnold, diretor da célebre escola de Rugby. Formou-se em Oxford (1843), onde ocupou mais tarde, de 1857 a 1867, a cátedra de poesia. Através de um idealismo de fundo ainda romântico, Arnold tornou-se moralista ,expondo seus métodos e critérios nos Essays in Criticism (1865-1888, Ensaios Críticos), onde exige da obra de arte a "crítica da vida" e a "alta seriedade".

Examinou o agnosticismo em Literature and Dogma - an Essay towards a Better Apprehension of the Bible. Vendo na estreiteza do puritanismo e no unitarismo econômico os dois grandes inimigos da europeização da cultura inglesa, combateu-os em Culture and Anarchy (Cultura e Anarquia), ensaio sobre crítica e política social (1869).

Um tom erudito manteve-se nas suas obras poéticas, reunidas em Poems (1853) e New poems (1867).

Matthew Arnold morreu em Liverpool em 15 de abril de 1888.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Matthew Arnold
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Matthew Arnold
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Arnold, Matthew
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.