Mauregato das Astúrias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mauregato I das Astúrias
Rei das Astúrias
Ilustração do século XVIII representando Mauregato I das Astúrias.
Governo
Consorte Creusa Afonso de Braga
Antecessor Silo das Astúrias
Vida
Nome completo Mauregato I das Astúrias
Nascimento ca. 730
Morte 789 (59 anos)
Pai Afonso I das Astúrias
Mãe Sisalda

Mauregato I das Astúrias, o Usurpador, (ca. 730789) foi Rei das Astúrias de 783 a 788. Era filho ilegítimo de Afonso I das Astúrias[1] com uma serva moura. Casou com Creusa Afonso de Braga (? - depois de 789).

Após a morte de Silo das Astúrias, seu cunhado, (marido da sua meia-irmã Adosinda), a nobreza elegeu Afonso, filho de Fruela I das Astúrias (722Cangas de Onís, 768) (que mais tarde se tornaria Afonso II das Astúrias) (Oviedo, 759/760842), como rei a instâncias da rainha Adosinda, esposa de Silo. Mas Mauregato organiza uma forte oposição conseguindo que o novo rei se retire para terras de Álava, adjudicando assim o trono das Astúrias.

Pouco se conhece deste reinado. De destaque é, porém, a disputa ocasionada pela doutrina adopcionista, com a intervenção de Carlos Magno, Elipando (bispo de Toledo), e o Beato de Liébana, e a vitória a uma forte incursão muçulmana.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho ilegítimo de Afonso I das Astúrias com uma escrava de origem moura de nome Sisalda.[2] Casou com Creusa (rainha), de quem teve:[3]

  1. Hermenegildo das Astúrias (ca. 765 - 783)

Referências

  1. BRANDÃO, Frei António. Monarquia Lusitana (Parte Terceira). Lisboa: Imprensa Nacional; Casa da Moeda, 1973. p. 129-137.
  2. Faite prisonnière lors des incursions d’Alphonse 1er le catholique en terre arabes du Duero ou servante à la cour, les avis divergent
  3. Genealogias do Reino da Astúrias.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Silo
Rei das Astúrias
783 — 788
Sucedido por
Bermudo I