Maurice Anthony Biot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maurice Anthony Biot
Física
Nascimento 25 de maio de 1905
Local Antuérpia
Morte 12 de setembro de 1985 (80 anos)
Local Nova Iorque
Atividade
Campo(s) Física
Instituições Universidade Harvard, Universidade Católica da Lovaina, Universidade Columbia, Universidade Brown
Alma mater Instituto de Tecnologia da Califórnia
Tese 1932: Transient Oscillations in Elastic Systems
Orientador(es) Theodore von Kármán
Prêmio(s) Medalha Timoshenko (1962), Medalha Theodore von Karman (1967)

Maurice Anthony Biot (Antuérpia, 25 de maio de 1905Nova Iorque, 12 de setembro de 1985) foi um físico belga naturalizado estadunidenses. É o fundador da poroelasticidade.

Estudou na Universidade Católica da Lovaina, onde obteve o grau de bacharel em filosofia (1927), engenharia de minas (1929) e engenharia elétrica (1930), e o doutorado em ciências em 1931. Obteve o Ph.D. em ciência aeronáutica no Instituto de Tecnologia da Califórnia em 1932.

Nas décadas de 1930 e 1940 trabalhou nas universidades de Harvard, Lovaina, Columbia e Brown, e após em algumas companhias e agências governamentais.

Entre 1935 e 1962 publicou uma série de artigos que fundamentaram a teoria da poroelasticidade, atualmente conhecida como teoria de Biot, descrevendo o comportamento mecânico de meios porosos saturados com fluidos. Também contribuiu com trabalhos fundamentais nas áreas de aerodinâmica, termodinâmica irreversível e transmissão de calor, viscoelasticidade e termoelasticidade, entre outros.

Foi agraciado com a Medalha Timoshenko, em 1962, e com a Medalha Theodore von Karman, em 1967.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
James N. Goodier
Medalha Timoshenko
1962
Sucedido por
Michael James Lighthill
Precedido por
Daniel Drucker
Medalha Theodore von Karman
1967
Sucedido por
Lloyd Hamilton Donnell