Mauro Raphael

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mauro Raphael (Araraquara, 6 de junho de 1933 - São Paulo, 28 de junho de 1995) mais conhecido como Maurinho, defendeu a equipe do São Paulo Futebol Clube, por oito temporadas, jogador de personalidade discreta atuava na ponta direita e formou o ataque tricolor ao lado de Gino Orlando.[1]

Suas principais características eram a velocidade, que lhe valeu o apelido de "Flecha", e a habilidade em fazer gols.

Oriundo de Araraquara interior paulista, Maurinho apareceu para o futebol no Guarani de Campinas, de onde se transferiu para o tricolor.

Foram 343 jogos, e 135 gols marcados, foi um dos destaques da equipe campeã paulista em 1953, e 1957. O gol antológico que marcou em Gilmar dos Santos Neves do Corinthians, na final do paulistão de 1957, ficou na memória das torcida tricolor: Zizinho enfiou uma bola preciosa, Maurinho saiu na cara do gol frente a frente com Gilmar e pediu para o mesmo escolher o lado que queria levar o drible, com uma finta desconcertante Maurinho passou por Gilmar e decretou a vitória tricolor sobre o Corinthians por 3x1.

As boa apresentações no São Paulo FC, levaram Maurinho a participar da copa do mundo de 1954, pela seleção disputou 14 partidas marcando 4 gols.

Após a sua passagem pelo tricolor, Maurinho defendeu Fluminense e Boca Juniors da Argentina, sagrando-se campeão nas duas equipes.

Pelo Fluminense jogou de 1959 a 1963 realizando 119 partidas e 40 gols marcados, sendo campeão estadual em 1959 e do Torneio Rio-São Paulo em 1960.

Marurinho faleceu no dia 28 de junho de 1995.

Referências

  1. Mauro Raphael. OGol. Página visitada em 19 de novembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.