Maxwell Montes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maxwell Montes
Imagem de radar do Maxwell Montes.
Tipo de acidente Montanha
Coordenadas 65.2° N, 3.3° E
Diâmetro 797 quilômetros (495 mi)
Epônimo James Clerk Maxwell

Maxwell Montes é um maciço de montanhas de Vênus. Parte dele é o ponto mais alto na superfície do planeta.

Descrição geral[editar | editar código-fonte]

Localizado em Ishtar Terra, um dos dois grandes continentes de Vênus, Maxwell Montes tem 11 km de altura.[1] Ele sobe cerca de 6,4 km acima e para o leste de Lakshmi Planum, e tem 853 km de comprimento e 700 km de largura.[1] A parte oeste da montanha é bastante íngreme, enquanto a parte oeste desce gradualmente até Fortuna Tessera.[2] Devido à sua elevação o Maxwell Montes é lugar mais frio da superfície de Vênus (com temperaturas de 380 °C) e o menos pressurizado (cerca de 45 bar).

Origens e geologia[editar | editar código-fonte]

A origem de Lakshmi Planum e de montanhas como Maxwell Montes e controversa. Uma teoria sugere que eles se formaram sobre uma camada de material quente subindo do interior de Vênus, enquanto outra afirma que a região está sendo comprimida de todos os lados, resultando em material descendo para o interior do planeta.[3] Os grandes tergos e vales que compõem Maxwell Montes e Fortuna Tessera sugerem que a topografia resultou de compressão.[2] A grande altura de Maxwell Montes em relação a outras montanhas de Lakshmi Planum sugere que sua origem é mais complexa.[1]

Uma grande parte do Maxwell Montes tem um retorno de radar muito brilhante que é comum em Vênus em grandes altitudes. Acredita-se que esse fenômeno resultou da presença de minerais como pirita.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Jones, Tom; Stofan, Ellen. Planetology : Unlocking the secrets of the solar system. Washington, D.C.: National Geographic Society, 2008. p. 74. ISBN 978-1426201219
  2. a b c PIA00149: Venus - Maxwell Montes and Cleopatra Crater NASA Planetary Photojournal. Página visitada em 11/06/2009.
  3. The Magellan Venus Explorer's Guide - The Geology of Venus NASA JPL. Página visitada em 11/06/2009.