McDonnell Douglas KC-10

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

McDonnell Douglas KC-10 Extender
New Zealand PW-51.svg
Um McDonnell Douglas KC-10
Descrição
Tipo Avião-tanque
Fabricante Estados Unidos McDonnell Douglas
Primeiro voo 1981 (33 anos)
Custo unitário 88,4 milhões de dólares
Dimensões
Comprimento 54,4 metros
Envergadura 50 metros
Altura 17,4 metros
Pesos
Peso máx. decolagem 265.500 kg
Performance
Velocidade máxima 996 km/h
Altitude máxima 12,727 metros

O McDonnell Douglas KC-10 foi um avião-tanque a serviço da Força Aérea Americana. O KC-10 foi derivado do avião civil DC-10.

Iniciou-se na Guerra do Vietnam a dúvida sobre a necessidade de mais 700 Boeing KC-135 para abastecimento de aeronaves.

Na Guerra do Yom Kippur em 1973 demonstrou a necessidade de capacidade mais adequadas para o abastecimento aéreo. Viu que os C-5 Galaxy eram forçados a aterrissar na Europa para abastecimento, pois não existiam aviões-tanque suficientemente grande para fazer voo diretos dos Estados Unidos para Israel.

Como resultado a tripulação dos C-5 Galaxys foram treinados para um abastecimento aéreo e Departamento de Defesa concluiu que era preciso criar um avião-tanque mais moderno.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.