Mecânica aplicada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A mecânica aplicada é um ramo da ciência física e aplicação prática da mecânica. A mecânica aplicada examina a resposta dos corpos (sólidos e fluidos) ou sistema de corpos quando submetidos a forças externas. Alguns exemplos de sistemas mecânicos incluem o fluxo de líquidos sob pressão, a fratura de um sólido causada por uma força aplicada, ou a vibração de um sistema auditivo em resposta ao som.

A mecânica aplicada, como o nome sugere, é uma ponte entre uma teoria física e suas aplicações técnicas. Como tal, a mecânica aplicada é usada erm diversos campos da engenharia, especialmente a engenharia mecânica. Neste contexto,


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Applied mechanics. Ajude e colabore com a tradução.

Exemplos de aplicações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • J.P. Den Hartog, Strength of Materials, Dover, New York, 1949.
  • F.P. Beer, E.R. Johnston, J.T. DeWolf, Mechanics of Materials, McGraw-Hill, New York, 1981.
  • S.P. Timoshenko, History of Strength of Materials, Dover, New York, 1953.
  • J.E. Gordon, The New Science of Strong Materials, Princeton, 1984.
  • H. Petroski, To Engineer Is Human, St. Martins, 1985.
  • T.A. McMahon and J.T. Bonner, On Size and Life, Scientific American Library, W.H. Freeman, 1983.
  • M. F. Ashby, Materials Selection in Design, Pergamon, 1992.
  • A.H. Cottrell, Mechanical Properties of Matter, Wiley, New York, 1964.
  • S.A. Wainwright, W.D. Biggs, J.D. Currey, J.M. Gosline, Mechanical Design in Organisms, Edward Arnold, 1976.
  • S. Vogel, Comparative Biomechanics, Princeton, 2003.
  • J. Howard, Mechanics of Motor Proteins and the Cytoskeleton, Sinauer Associates, 2001.
  • J.L. Meriam, L.G. Kraige. Engineering Mechanics Volume 2: Dynamics, John Wiley & Sons., New York, 1986.
  • J.L. Meriam, L.G. Kraige. Engineering Mechanics Volume 1: Statics, John Wiley & Sons., New York, 1986.

Vídeo aulas[editar | editar código-fonte]

Organizações profissionais[editar | editar código-fonte]

Publicações abalizadas[editar | editar código-fonte]