Mecânica automotiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A mecânica automotiva cuida do conserto e manutenção dos automóveis, seu estudo está dividido em várias partes sendo estas:

Mecânica Motriz[editar | editar código-fonte]

A parte motriz de um veículo é responsável pelo seu movimento. Os motores a álcool, gasolina, gás, flex, etc. possuem o mesmo princípio de funcionamento, sendo constituído de partes fixas e partes móveis. As partes fixas sustentam as partes móveis.

Cabeçote do motor desmontado, mostrando as válvulas

Partes de um motor a explosão[editar | editar código-fonte]

  • Partes Fixas
  1. Cabeçote
  2. Bloco de Cilindros
  3. Cárter
  • Partes Móveis
  1. Pistão
  2. Biela
  3. Eixo Virabrequim
O virabrequim (vermelho), êmbolos ou pistões (cinzento), e os cilindros (azul).

Resumo do sistema[editar | editar código-fonte]

Cada cilindro do bloco abriga um pistão e permite que o mesmo faça seus movimentos retilíneos de sobe e desce. O pistão, ou êmbolo, com seus movimentos longitudinais, aspira e comprime a mistura de ar e combustível, recebe a força de combustão e expulsa da câmara de explosão do cilindro os gases resultantes da queima. O ajuste do pistão ao cilindro é feito pelos anéis de segmento, sendo estes, de compressão, raspador de óleo e de lubrificação.

A biela é responsável por ligar o pistão ao virabrequim, o que faz com que os movimentos retilíneos alternativos do pistão sejam transformados em circulares contínuos, que por sua vez são transmitidos às rodas fazendo o automóvel se locomover.