Mecanus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mecanus (codinome de Samuel "Starr" Saxon), é um personagem fictício dos quadrinhos da Marvel Comics. Ele é um super-vilão especialista em robótica, que usa seus conhecimentos para criar cópias convincentes de seres humanos, inclusive os com super-poderes. Ele transferiu sua mente para um corpo robótico. Foi criado por Stan Lee e Gene Colan em fevereiro de 1969, na revista Daredevil #49 como Senhor do Medo II. Na identidade de Mecanus ele apareceu em Marvel Two-in-One #47. Em histórias mais recentes, ele foi um dos membros da Gangue do Esqueleto, equipe criminosa do Caveira Vermelha.

Biografia ficcional[editar | editar código-fonte]

Starr Saxon nasceu em Memphis, Tennessee. Como criminoso profissional, ele usa seus conhecimentos robóticos e de engenharia para construir uma grande variedade de androides e usá-los como "assassinos de aluguel" ou então para obter ganhos para si próprio.

Em sua primeira aventura, Starr Saxon foi contratado por Biggie Benson para matar o Demolidor. Saxon enviou um poderoso andróide para essa missão, que cometeu uma série de crimes em Nova York. O andróide descobriu a identidade secreta do Demolidor e raptou a namorada dele, Karen Page. [1] Depois Saxon decidiu atacar o Demolidor diretamente. Ele assassinou o inimigo do heroi Senhor do Medo e roubou o uniforme e as armas do falecido. Como Senhor do Medo, Saxon desafiou o Demolidor para um duelo público em Nova Iorque. No final, sofreu uma queda de um aparato voador.[2]

Os robôs de Saxon o encontraram agonizando e transferiram seu cérebro e conciência para um computador, capaz de controlar remotamente uma variedade de corpos robóticos. Assumindo o codinome de Mecanus ele foi contratado pela Corporação para combater o Quarteto Fantástico. Seus robôs atacaram o Coisa, que se aliou ao Valete de Copas e juntos conseguiram derrotar o vilão. Foi nessa história que Mecanus se revelou um robô.[3]

Certa vez ele criou uma duplicata de Magneto e asseclas robóticos que simulavam serem "mutantes", as quais chamou de The Demi Men. Foram confrontados pelos X-Men. O Magneto-Robô voltaria a aparecer durante um bom tempo. Curiosamente, o andróide achava ser o verdadeiro vilão até que foi destruído por Sentinelas. Não foi revelado quem contratou Mecanus para construir aquela duplicata de Magneto.

Nos anos de 1980, Mecanus enviou o sofisticado ser robótico Homem-Dragão para atacar o Capitão America [4] e a partir dai começou a aparecer como inimigo recorrente desse heroi e de seus aliados, os Vingadores.

Soube-se então que Mecanus tinha sido contratado para trabalhar com exclusividade para o Caveira Vermelha, servindo como cientista e mecânico e depois membro da Quadrilha do Esqueleto. Em várias ocasiões ele saiu a campo para cumprir missões para seu chefe.

Em uma dessas missões, ele preparou mecanismos da S.H.I.E.L.D. para atacarem o Capitão e Nick Fury.[5] Em outra ocasião, ele ativou um robô Hibernante (antiga criação maligna do Caveira) para tirar da Hidrobase na Ilha dos Vingadores alguns robôs perigosos mantidos ali pelo grupo de super-heróis.[6] Já como membro da Quadrilha do Esqueleto, ele lutou contra os Schutz-Heiligruppe.[7]

Uma parte da consciência de Mecanus foi capturada e escravizada por Tony Stark, o Homem de Ferro. Isso aconteceu quando o heroi ficara sob o controle de Kang, o Conquistador. Mecanus depois disse que recuperou essa parte e a reassimilou.

Os Skull tentaram destruir o Cubo Cósmico e com a ajuda de Mecanus, quase levaram o mundo a um holocausto nuclear. Como membro dos Mestres do Terror enfrentou os Thunderbolts. Numa fase de aparições mais raras, ele enfrentou os jovens herois do grupo dos Novos Guerreiros.[8]

Poderes e equipamentos[editar | editar código-fonte]

Originalmente Starr Saxon era um gênio do crime sem super-poderes. Considerado um dos melhores artífices de robôs do mundo, ele adquiriu vasta experiência em cibernética e biônica.

Após sofrer a queda que quase o matou, sua mente foi colocada dentro de um computador, pelo qual programou um corpo andróide para reconstruir bionicamente seu cérebro danificado, capaz de fazê-lo desenvolver atividades criativas. Seus robôs simulam vários super-poderes, tais como força, resistência, velocidade, estamina, durabilidade, agilidade e reflexos bem superiores a de seres humanos comuns.

Mecanus vive graças a um programa cibernético de consciência artificial, capaz de se reproduzir e reprogramar outros sistemas eletrônicos a distância; ele pode transferir sua consciência de um robo em outro em menos de 1 segundo. Também pode fazer com que seus robôs ajam simultâneamente com um mesmo programa. Seus robôs possuem equipamentos tais como lançadores de explosivos, olhos telescópicos e visão infravermelha.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Barry Windsor-Smith que foi o artista da revista Demolidor #50, afirmou que havia a proposta de mostrar Saxon como homossexual. [9] . Outras revistas teriam explorado esse aspecto do personagem mais diretamente, como em Captain America #368 e Iron Man #320.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Daredevil#49-52
  2. Daredevil #54-55
  3. Marvel Two-in-One #47-48
  4. Captain America #248-249
  5. Captain America #351
  6. Captain America #354
  7. Captain America #390-391
  8. New Warriors (vol.4) #11
  9. Conroy, Mike (2004), 500 Comic Book Villains, Barron's, ISBN 0764129082 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]