Meddle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Meddle
Álbum de estúdio de Pink Floyd
Lançamento 30 de outubro de 1971
Gravação Janeiro-agosto de 1971
Gênero(s) Rock progressivo
Duração 46:46
Gravadora(s) Reino Unido Harvest, EMI (RU)
Estados Unidos Harvest/Capitol, Capitol (EUA)
Produção Pink Floyd
Cronologia de Pink Floyd
Último
Último
Atom Heart Mother
(1970)
Obscured by Clouds
(1972)
Próximo
Próximo
Singles de Meddle
  1. ""One of These Days" / "Fearless""
    Lançamento: 29 de novembro de 1971

Meddle é o sexto álbum de estúdio da banda britânica de rock Pink Floyd. Geralmente considerado pelo público e crítica como um dos melhores álbuns do quarteto, a obra apresenta alguns elementos nos quais o grupo alcançou notoriedade mundial nos anos 70 e um rompimento com os excessos instrumentais dos anos 60, com uma produção musical mais polida e um repertório mais consistente.[1]

O maior êxito do disco é a canção "Echoes", escrita com a participação dos quatro integrantes, mas trabalhada inicialmente por Richard Wright. Embora a maioria dos álbuns posteriores da banda seriam conceituais, com letras escritas principalmente por Roger Waters, Meddle se destaca por ter sido um esforço conjunto com contribuições líricas dos quatro membros.[2] A capa do álbum foi produzida pela agência Hipgnosis, mas Storm Thorgerson não gostou do resultado final.[3]

Bem recebido pela crítica,[4] foi comercialmente bem sucedido no Reino Unido.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A
N.º Título Compositor(es) Vocais Duração
1. "One of These Days"   David Gilmour, Nick Mason, Roger Waters, Richard Wright instrumental 5:57
2. "A Pillow of Winds"   Gilmour, Waters Gilmour 5:10
3. "Fearless"   Gilmour, Waters Gilmour 6:08
4. "San Tropez"   Waters Waters 3:43
5. "Seamus"   Gilmour, Mason, Waters, Wright Gilmour 2:15
Lado B
N.º Título Compositor(es) Vocais Duração
1. "Echoes"   Gilmour, Mason, Waters, Wright Wright, Gilmour 23:29

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Banda
Músicos convidados

História[editar | editar código-fonte]

Embora existam no álbum variadas melodias, “Meddle” é considerado um álbum mais coeso do que o seu antecessor Atom Heart Mother (1970). As duas primeiras músicas seguem uma à outra através de um efeito sonoro de vento, um estilo que voltaria em álbuns posteriores Dark Side of the Moon, de 1973, e Wish You Were Here, de 1975. Teve um sucesso comercial bastante bom, chegando ao 3º lugar de vendas no Reino Unido atingido a dupla platina nos Estados Unidos em 1994.

No final da música 3 do álbum, "Fearless", ouvimos a torcida do Liverpool cantando "You´ll never walk alone", que mais tarde seria adotada como hino do clube inglês.

A última música do álbum, "Echoes", tem a uma sincronia temática com a parte final do filme de Stanley Kubrick de 1968 2001: Uma odisséia no espaço (2001 – A space odyssey no original) Chamada “Jupiter and beyond the Infinite”. “Echoes também deu nome a uma compilação dos Pink Floyd editada em 2001, a qual inclui algumas versões editadas do álbum e “One of these days”.

Em “One of These Days” é usada uma guitarra havaiana (slide guitar, ou lap steel guitar) por David Gilmour e inclui um trecho do tema de Doctor Who.

Citações[editar | editar código-fonte]

"Meddle está entre os meus favoritos. Para mim foi o princípio da caminhada do Pink Floyd"

- David Gilmour – Rádio Australiana, Fevereiro de 1988

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Meddle - Pink Floyd Allmusic. Visitado em 27 de janeiro de 2015.
  2. Schaffner 1991, p. 160
  3. Mason 2005, p. 160
  4. McCormick, Neil (20 de maio de 2014). Pink Floyd's 14 studio albums rated The Daily Telegraph. Visitado em 27 de dezembro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Pink Floyd é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.