MeeGo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MeeGo  v  e 

Captura de tela
Desenvolvedor Intel, Nokia, Comunidade Meego
Arquiteturas arm x86
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Mercado-alvo Dispositivos móveis
Família GNU
Núcleo Linux
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Corrente
Website meego.com (em inglês)., acessado pela última vez há 232 semanas e 1 dia
Origem comum Flag of the United States.svg Estados Unidos
Portal do Software Livre

O MeeGo é um sistema operacional para dispositivos móveis[1] de código aberto, com kernel Linux, anunciado no Mobile World Congress em Fevereiro de 2010, pela Nokia e pela Intel em uma conferência conjunta à imprensa. Seu objetivo é unir esforços da Intel no Moblin e da Nokia no Maemo em um só projeto, obtendo reações mistas das comunidades de ambas partes.[2] O MeeGo foi desenhado para atuar como um Sistema Operacional para plataformas como netbooks, desktops, tablets, smartphones, sistemas de navegação automotiva, smartTVs e outros sistemas embarcados. O MeeGo é hoje hospedado pela Linux Foundation.

As decisões são de que a interface de usuário do framework serão baseadas em Qt, mas fornecerão compatibilidade com aplicativos do Moblin. A plataforma abaixo Qt será baseada no projeto Moblin da Intel e será hospedado pela Linux Foundation.[3] .

Dependendo do dispositivo, aplicativos serão fornecidos pelo AppUp da Intel ou pelo sistema distribuidor de software digital Ovi da Nokia.[4]

Ele vai fornecer suporte para ambas arquiteturas de processamento ARM e x86.[3]

Harmattan, foi proposto originalmente para se tornar o Maemo 6, a sexta encarnação do sistema operativo móvel Maemo da Nokia, é agora considerado um exemplo de MeeGo, embora não seja um produto MeeGo em si. Além disso, a Nokia está abrindo mão da marca Maemo para Harmattan e além, embora Fremantle e anteriores ainda serão referidos como exemplos de Maemo.[5]

Em 27 de Setembro de 2011 foi anunciado no site oficial do projeto que o sistema Meego estava sendo descontinuando e a equipe faria a transição para um novo projeto da Linux Foundation [6] com foco em tecnologias Web baseadas em HTML5 denominado Tizen. [7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Grabham, Dan (2010-02-15). Intel and Nokia merge Moblin and Maemo to form MeeGo techradar.com. Página visitada em 15 February 2010.
  2. Sandstrom, Gustav (February 15, 2010), "MOBILE WORLD: Nokia, Intel Launch Cross-Device Platform", Wall Street Journal, http://online.wsj.com/article/BT-CO-20100215-702801.html, visitado em 15 February 2010 
  3. a b MeeGo FAQ. Página visitada em 2010-02-15.
  4. MeeGo Press Release. Página visitada em 2010-02-15.
  5. "maemo.org - Talk - Renaming Maemo 6 to MeeGo/Harmattan". Página visitada em 2010-02-27.
  6. Sobre o Tizen. Página visitada em 2013-09-16.
  7. MeeGo Community Blog. Página visitada em 2013-09-16.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Este artigo relativo a GNU/Linux é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.