Megacorporação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Megacorporação é um termo popularizado por William Gibson derivado da combinação do prefixo mega com a palavra corporação. É um termo popularmente usado na literatura cyberpunk. Ele se refere a uma corporação que seu conglomerado massivo, conseguiu o monopólio ou quase-monopólio em vários tipos de mercado, exibindo tanto monopólio horizontal quanto vertical. Megacorporações são tão poderosas que elas podem ignorar a lei, possui suas próprias forças de segurança pesadamente armadas, e algumas vezes de tamanho militar, possui território soberano e possivelmente age até como um governo por si só. Às vezes ele tem alto controle sobre seus funcionários, com a ideia de cultura corporativa elevada ao extremo.

É duvidoso que exista qualquer megacorporação no mundo real atualmente. Até as maiores multinacionais não possuem nem de longe o mesmo nível de poder direto detido pelas megacorporações da literatura cyberpunk. Por outro lado, alguma poderosas corporações como De Beers, General Electric e Microsoft possuem monopólios em seus mercados de atuação, e suas habilidades de contornar a lei pode ser debatida. Os chaebols da Coréia do Sul e os zaibatsu japoneses talvez sejam os que mais cheguem perto do papel das megacorporações no mundo atual, pelo menos a nível nacional. Na Nigéria, grandes companhias de petróleo multinacionais são pesadamente associadas com a policia local, que age como suas forças de segurança1 .

Históricamente, existem alguma similaridades entre as megacorporações e as companhias mercantis dos séculos XVII e XVIII, do período mercantil, como a Companhia Britânica das Índias Orientais assim como companhias de exportação de recursos como a United Fruit Company, que efetivamente controlou vários governos da América Central pela década de 1960.

Lista de megacorporações fictícias[editar | editar código-fonte]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referencias[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]