Meia Hora (Brasil)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Meia Hora de Notícias
Periodicidade diário
Formato Tabloide
Fundador(es) Chagas Freitas
Presidente Maria Alexandra Vasconcellos
Diretor José Mascarenhas
Editor Humberto Tziolas
Fundação 2004
Sede Rio de Janeiro
Circulação Rio de Janeiro
Página oficial www.meiahora.com

Meia Hora de Notícias é um jornal do Rio de Janeiro, ligado ao grupo O Dia. Trata-se de um tabloide popular de preço baixo (R$ 0,70). Tem de 32 a 44 páginas, é matutino e tem como objetivo ser de fácil compreensão. É destinado as classes C e D, em virtude das notícias locais e da linguagem popular empregada. Apresentou-se inicialmente como opção mais barata e prática ao Extra mas acabou criando um novo público, a que se seguiram concorrentes como o Expresso, ligado às Organizações Globo. Grande parte do noticiário é retirado de O Dia.

A proposta é publicar noticias sobre cidades, polícia, esportes, utilidades públicas, oportunidades e entretenimento em textos curtos e numa linguagem repleta de gírias e erros. Suas editorias são Serviço, Geral, Voz do Povo, Polícia, Esporte, Saúde, De tudo um pouco, Tecnologia e Mundo. Algumas páginas são destinadas à vida de celebridades e outras são dedicadas ao Jornal da FM O Dia, contendo testes de conhecimentos sobre assuntos diversos, piadas, promoções, programações de rádio e agenda. Além de cadernos de veículos,imoveis, negócios, empregos dentre outros fora as paginas reservadas aos classificados.

Seus slogans: "Nunca foi tão fácil ler jornal" e "Se tempo é dinheiro, meia hora é só R$ 0,70". o periódico tem como público um segmento, identificado em pesquisa, que não tem recursos e/ou tempo disponível para ler jornal.

Este tabloide é muito criticado pelos leitores de jornais mais tradicionais sempre tendo crítica por seu conteúdo, geralmente mais popular, e por sua linguagem, que abusa de gírias e de um português bastante coloquial.

O tabloide alcançou uma faixa grande da população principalmente pela iniciativa de colocar no trem vendedores autônomos que, com o colete da empresa, anunciam a venda do produto. A forte quantidade de propaganda nos meios de transporte é outro motivo da popularidade, em ônibus, estações e nos trens pode-se ver a propaganda e os slogans do jornal. A música vinculada nas estações sobre o jornal sempre tem ritmos populares, ampliando sua identificação com as classes populares. Tem tiragem média nos dias de semana de 230 mil exemplares,1 o que o torna o terceiro, jornal mais lido do estado—atrás, respectivamente, d’O Globo e do Extra— e o 6º do país.O Meia Hora chegou a ter uma versão exclusiva para São Paulo entre os anos de 2010 e 2011 mas não repetiu o mesmo sucesso da versão original carioca e foi retirado de circulação. Em 2013 foi eleito o Jornal Mas Lido do Rio

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Grupo O Dia

O Dia | FM O Dia | Meia Hora | TV O Dia |Marca Campeão