Melhor Jogador do Século da FIFA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Melhor Jogador do Século da FIFA foi uma premiação única criada pela FIFA para decidir quem foi o melhor jogador de futebol do século 20. Pelé e Diego Maradona foram vencedores do prêmio.[1] [2] O brasileiro ganhou o prêmio com base em votos de um colégio de eleitores composto por membros da Fifa, jornalistas e treinadores de todo o mundo, enquanto o argentino venceu o prêmio com base na pesquisa de Internet.

História[editar | editar código-fonte]

As Confederações continentais membros da FIFA.

A eleição promovida pela FIFA gerou muitas críticas no mundo futebolístico pela forma como foi conduzida.[1] A começar, não ocorreu a contratação de uma empresa neutra especializada em auditoria para que se fizesse a verificação da validade, origem e unicidade dos votos computados. Além do que, pelo acesso a internet não atingir todas as classes sociais e a todas as faixas etárias em todo o mundo de forma livre muitos acusam a votação, realizada pela internet, entre os dias 30 de outubro a 24 de novembro de 2000, de mal planejada.[1]

Desde o início, a FIFA havia divulgado que o prêmio de Melhor do Século seria uma média obtida entre os votos dados por internautas do mundo todo e votos dados por especialistas no assunto. Com a massiva participação, os fãs de Diego Maradona suplantaram os de Pelé por 53,6% a 15,98% na votação pela Internet. Pelé obteve esmagadora maioria entre os especialistas: treinadores e jogadores, da atualidade e aposentados. Assim, decidiu a entidade dividir o prêmio. No dia 11 de dezembro de 2000, no evento de premiação do melhor jogador do ano, em Roma, na Itália, Pelé recebeu o Prêmio FIFA Melhor Jogador do Século.

A cerimônia, que também premiou o francês Zidane como o melhor jogador do ano de 2000. Com o resultado geral da eleição do Melhor Jogador do Século da FIFA, Maradona acabou saindo da premiação contrariado e antes de Pelé receber seu prêmio.[2]

Votação da IFFHS[editar | editar código-fonte]

A IFFHS é autorizada pela FIFA e faz estatísticas sobre os atletas. Pelé recebe seu prêmio baseado nesta votação e na classificação final da FIFA. [3]

Jogador Nacionalidade Votos
1 Pelé Brasil Brasil 1705
2 Cruijff Países Baixos Holanda 1303
3 Franz Beckenbauer Alemanha Alemanha Ocidental 1228
4 Alfredo Di Stéfano Argentina Argentina Espanha Espanha 1215
5 Maradona Argentina Argentina 1214
6 Ferenc Puskás Hungria Hungria Espanha Espanha 810
7 Michel Platini França França 722
8 Garrincha Brasil Brasil 624
9 Eusébio Portugal Portugal/Moçambique 544
10 Bobby Charlton Inglaterra Inglaterra 508
11 Stanley Matthews Inglaterra Inglaterra 368
12 Marco van Basten Países Baixos Países Baixos 315
13 Gerd Müller Alemanha Alemanha Ocidental 265
14 Zico Brasil Brasil 207
15 Lothar Matthäus Alemanha Alemanha Ocidental 202
16 George Best Irlanda do Norte Irlanda do Norte 187
17 Juan Alberto Schiaffino Uruguai Uruguai 158
18 Ruud Gullit Países Baixos Países Baixos 119
19 Didi Brasil Brasil 116
20 Gianni Rivera Itália Itália 116
21 Giuseppe Meazza Itália Itália 108
22 Matthias Sindelar Áustria Austria 106
23 Fritz Walter Alemanha Alemanha 103
24 Bobby Moore Inglaterra Inglaterra 98
25 José Manuel Moreno Argentina Argentina 96
26 Hugo Sánchez México México 85
27 George Weah Libéria Libéria 79
28 Roger Milla Camarões Camarões 78
29 José Leandro Andrade Uruguai Uruguai 74
30 Just Fontaine França França 73
- Gento Espanha Espanha 73
32 Ladislao Kubala Hungria Hungria Tchecoslováquia Tchecoslováquia Espanha Espanha 71
33 Franco Baresi Itália Itália 70
34 Josef Bican Áustria Austria Tchecoslováquia Tchecoslováquia 63
35 Karl-Heinz Rummenigge Alemanha Alemanha Ocidental 59
36 Omar Sívori Argentina Argentina
Itália Itália
56
37 Elías Figueroa Chile Chile 55
38 Kevin Keegan Inglaterra Inglaterra 53
39 Sándor Kocsis Hungria Hungria 52
40 Héctor Scarone Uruguai Uruguai 51
41 Josef Masopust Tchecoslováquia Tchecoslováquia 46
42 Giacinto Facchetti Itália Itália 44
43 Raymond Kopa França França 41
- Sandro Mazzola Itália Itália 41
45 Uwe Seeler Alemanha Alemanha 40
46 Gunnar Nordahl Suécia Suécia 36
47 Zizinho Brasil Brasil 35
48 Teófilo Cubillas Peru Peru 34
49 Arsenio Erico Paraguai Paraguai 30
50 Denis Law Escócia Escócia 29
51 Silvio Piola Itália Itália 28
52 Adolfo Pedernera Argentina Argentina 27
53 Obdulio Varela Uruguai Uruguai 24
54 Arthur Friedenreich Brasil Brasil 23
55 Michael Laudrup Dinamarca Dinamarca 22
56 Alberto Spencer Equador Equador 21
- József Bozsik Hungria Hungria 21
58 Tostão Brasil Brasil 19
59 Ernst Ocwirk Áustria Austria 18
60 Cha Bum-Kun Coreia do Sul Coreia do Sul 11
- Paul Van Himst Bélgica Bélgica 11
62 Lakhdar Belloumi Argélia Argélia 10
- Rabah Madjer Argélia Argélia 10
64 Majed Abdullah Arábia Saudita Arábia Saudita 9
- Luis Cubilla Uruguai Uruguai 9
- Oleg Blokhin União das Repúblicas Socialistas Soviéticas União Soviética 9

Votação pela internet[editar | editar código-fonte]

Informações de sites da CNN [4] [5] (inglês) informam que a FIFA entregou dois prêmios no mesmo evento e no mesmo dia, um a Maradona e outro a Pelé. A CNN prossegue comentando que a FIFA não teria comunicado previamente que seriam entregues dois prêmios. A CNN informa, ainda, que isto teria gerado mal estar entre os atletas (Pelé e Maradona) que compareceram ao evento sem saber o que aconteceria. O site da CNN descreve que Maradona foi ao evento e que, até o momento da entrega do prêmio, tinha a informação de que só ele o receberia, o que gerou um desconforto para os dois atletas que se encontraram em data futura, com a mídia, para comentar o assunto. Maradona ganhou a votação pela internet.

Jogador Nacionalidade Porcentagem
1 Maradona Argentina Argentina 53,70%
2 Pelé BrasilBrasil 18,53%
3 Eusébio Portugal Portugal/Moçambique 6,21%
4 Roberto Baggio Itália Itália 5,42%
5 Romário Brasil Brasil 1,69%
6 Marco van Basten Países Baixos Países Baixos 1,57%
7 Ronaldo Brasil Brasil 1,55%
8 Franz Beckenbauer Alemanha Alemanha 1,50%
9 Zinedine Zidane França França 1,34%
10 Rivaldo Brasil Brasil 1,19%
11 Zico Brasil Brasil 1,15%
12 Garrincha Brasil Brasil 1,08%
13 Johan Cruyff Países Baixos Países Baixos 0,87%
14 Alfredo Di Stéfano Argentina Argentina 0,68%
15 Michel Platini França França 0,58%
16 Bobby Charlton Inglaterra Inglaterra 0,39%
17 Ferenc Puskás Hungria Hungria 0,37%
18 Lothar Matthäus Alemanha Alemanha 0,37%
19 Lev Yashin União das Repúblicas Socialistas Soviéticas União Soviética 0,36%
20 George Best Irlanda do Norte Irlanda do Norte 0,32%


Votos da FIFA Revista e Grande Júri[editar | editar código-fonte]

Esta foi a votação final da FIFA[6] .

Jogador País Porcentagem
1 Pelé Brasil Brasil 72.8%
2 Alfredo Di Stéfano Argentina Argentina 9.8%
3 Diego Maradona Argentina Argentina 6.0%
4 Franz Beckenbauer Alemanha Alemanha 2.5%
5 Johan Cruyff Países Baixos Holanda 2.0%
6 Michel Platini França França 1.0%
7 Garrincha Brasil Brasil 1.0%
8 Zico Brasil Brasil 1.0%

Prêmio Centenário da FIFA[editar | editar código-fonte]

Jogador de futebol FIFA Personalidade do século[7]

Vencedor País
Franz Beckenbauer Alemanha Alemanha
Pelé Brasil Brasil

Referências

  1. a b c Rodrigo Bueno (10 de dezembro de 2000). Diego Maradona ganha eleição disparado (em português) Folha de S.Paulo. Visitado em 07 de abril de 2014.
  2. a b Rodrigo Bueno (03 de março de 2004). MEMÓRIA: Eleição da Fifa pela internet gerou polêmica (em português) Folha de S.Paulo. Visitado em 07 de abril de 2014.
  3. Site Oficial da IFFHS com a classificação(em inglês).
  4. Pele, Maradona each win FIFA century awards after feud (em inglês).
  5. The great FIFA swindle (em inglês).
  6. FIFA Player of the Century (PDF) (em inglés) touri.com. Visitado em 30 de noviembre de 2010.
  7. http://www.fifa.com/aboutfifa/organisation/news/newsid=92643/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]