Menino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Menino espanhol.
Meninos na Etiópia.

Um menino, garoto, moleque, piá ou guri (os últimos dois no Sul do Brasil) é uma pessoa do sexo masculino em sua infância ou na adolescência, em contraste com uma criança do sexo feminino, que é chamada de menina. O termo menino é usado para diferenciar diferenças sexuais e/ou culturais entre crianças do sexo masculino e feminino.

Tradicionalmente, espera-se dos meninos participação em atividades esportivas e em outras atividades que envolvem ação. Brinquedos considerados masculinos envolvem pipas, carrinhos, bolas, soldados, heróis e dinossauros. Muitas vezes, espera-se dos meninos maior independência (em relação às meninas). Os meninos sempre são apontados como mais radicais e mais fortes do que as meninas, mostrando uma pequena masculinidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.