Menino Maluquinho (personagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Desenho do Menino Maluquinho, por seu autor

O Menino Maluquinho, ou somente Maluquinho é um personagem fictício de histórias em quadrinhos criado pelo escritor brasileiro Ziraldo.1 Ele apareceu pela primeira vez no livro homônimo O Menino Maluquinho lançado em 1980, na Bienal do Livro de São Paulo. Em pouco tempo, o livro acabou fazendo sucesso com o personagem protagonizando revistas em quadrinhos, filmes, peças teatrais e um seriado para a televisão durante as décadas de 1990 e 2000.2

Sobre o personagem[editar | editar código-fonte]

Maluquinho é um garoto brincalhão e alegre que sempre tenta deixar tudo mais divertido. Ele está sempre com uma panela na cabeça além de adorar fazer coisas fora do comum sendo daí o motivo de seu apelido de Maluquinho. Sempre leva as coisas nas brincadeiras, mas mesmo assim é inteligente além de ter vários amigos e seus melhores amigos são Bocão e Junim. No livro ele é descrito tendo 7 namoradas sendo que entre elas a que mais se destaca é Julieta uma menina que assim como ele adora fazer coisas fora do comum por vezes sendo considerada uma "Menina Maluquinha". No entanto ele demonstra uma rivalidade com Herman, o valentão da sua escola que é invejoso e detesta o Maluquinho por ele ser sempre o centro das atenções.

Concepção[editar | editar código-fonte]

O Menino Maluquinho nasceu, em 1980, já com a cara redonda e o sorriso largo. A panela na cabeça virou marca registrada e surgiu quando Ziraldo, que já inventou diversos outros meninos literários – O menino mais bonito do mundo (1983), O menino marrom (1986), Os meninos morenos (2004) e O menino da lua (2006) -, desenhou a capa do seu livro e explicou:1

”Precisava desenhar um maluco criança, ou seja Napoleão feito menino. Olha só a mãozinha direita dele dentro do paletozão azul."

Menino peralta, tirava zero em comportamento na escola, mas era habilidoso na arte de escrever versinhos. Foi esse menino de “fogo no rabo”, “vento nos pés” e “macaquinhos no sótão”, que fez nascer uma turma maluquinha: Uma professora muito maluquinha” (1985); o Bebê Maluquinho (primeiros anos de vida do Menino Maluquinho); e os amigos de infância Bocão, Julieta, Carol e Junim.

”Meu menino é apenas uma apresentação do que pode ser um menino de meu tempo, no país onde eu vivo. É um menino católico, auto-complacente, bem amado (detalhes circunstanciais) mas um menino que, apenas, se mostra”. (Ziraldo).

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.