Mensagem de Arecibo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Mensagem de Arecibo, a cor foi adicionada apenas para separar por partes a mensagem e facilitar a compreensão, haja vista que a transmissão em binário não contém informação de cores.

A mensagem de Arecibo foi enviada ao espaço com o objetivo de transmitir a uma possível civilização extraterrestre, informações sobre o planeta Terra e a civilização humana em 1974, pelo SETI com o uso do radiotelescópio porto-riquenho Arecibo. Algumas alterações foram efectuadas no transmissor do radiotelescópio, permitindo transmitir sinais com até 20 terawatts de potência. Como teste inaugural, foi decidido pelo SETI transmitir uma mensagem codificada para o universo. Este sinal foi direcionado para o agrupamento globular estelar M 13, que está a aproximadamente 25.000 anos-luz de distância, e possui cerca de 300.000 estrelas na Constelação de Hércules. A mensagem foi transmitida exactamente em 16 de Novembro de 1974, e consistia-se em 1679 impulsos de código binário que levaram três minutos para serem transmitidos na frequência de 2380 MHz.

1679 dígitos[editar | editar código-fonte]

Escolheu-se enviar 1679 dígitos pois esse número é um número semiprimo, isto é, o produto de apenas dois números primos. No caso, 1679 é o produto de 23 e 73. A ideia foi escolher um semiprimo para que um eventual receptor pudesse deduzir que os sinais formam uma matriz bidimensional.

Codificação[editar | editar código-fonte]

Com o objectivo de entender a mensagem codificada na transmissão, é essencial compreender o código binário. Ele é actualmente muito mais simples que a nossa base 10, o sistema decimal. Onde na base 10 nós contamos de 1 até 9 e depois elevamos 1 em colunas de 10's e começamos novamente em colunas unitárias, até termos 9 na coluna dos 10's e começamos novamente com as unidades.

Então temos que carregar 1 dentro das colunas dos 100's e começar novamente nos 10's e nas colunas unitárias e assim por diante. No sistema binário cada coluna sobe em potência de 2, ainda que as colunas são unidades, 2's, 4's, 8's, 16's etc. Porque nós podemos agir em 1's e 0's, nós rapidamente movemos acima as colunas - porque assim que excedemos 1 nós corremos na próxima coluna.

Descodificando a mensagem original[editar | editar código-fonte]

Números[editar | editar código-fonte]

Part 1 — Os números de 1 a 10
1 2 3 4 5 6 7 8  9  10
----------------------
0 0 0 1 1 1 1 00 00 00
0 1 1 0 0 1 1 00 00 10
1 0 1 0 1 0 1 01 11 01
X X X X X X X X  X  X  

A mensagem original compreendia diversas "secções", cada uma representando um particular aspecto da nossa civilização. No topo havia a representação binária do número um até o número dez, mostrando os números oito, nove e dez como duas colunas. Isto mostra a qualquer um que decifrar a mensagem que nós podemos especificar que números grandes demais para serem escritos numa linha podem ser elevados à potência.

DNA elementos[editar | editar código-fonte]

Part 2 — Os elementos primários para a vida (DNA)
1 6 7 8 15
----------
0 0 0 1 1
0 1 1 0 1
0 1 1 0 1
1 0 1 0 1
X X X X X

A próxima secção contem os valores binários 1, 6, 7, 8 e 15 que indicam os números atómicos dos elementos primários para a constituição da vida na Terra: Hidrogénio (H), Carbono (C), Nitrogénio (N), Oxigénio (O) e Fósforo (P) respectivamente.

Nucleotídeos[editar | editar código-fonte]

Part 3 — The nucleotides of DNA
Deoxirribose Adenina  Timina    Deoxirribose
(C5OH7)     (C5H4N5)  (C5H5N2O2) (C5OH7)

Fosfato                       Fosfato
(PO4)                           (PO4)

Deoxirribose Citosina  Guanina   Deoxirribose
(C5OH7)     (C4H4N3O)  (C5H4N5O) (C5OH7)

Fosfato                       Fosfato
(PO4)                           (PO4)

A seção maior das três colunas, representa as fórmulas para os açúcares e bases para os nucleotídeos do DNA.

Dupla hélice[editar | editar código-fonte]

Part 4 — O DNA dupla hélice
11
11
11
11

11
01
11
11
   1111 1111 1111 0111 1111 1011 0101 1110 (binário)
01                         = 4,294,441,822 (decimal) 
11
01
11

10
11
11
01
X

Abaixo disto, havia a representação gráfica da nossa "dupla hélice" do DNA ao lado de uma "barra vertical" que indica o número dos nucleotídeos no DNA.

Humanos[editar | editar código-fonte]

Part 5 — Forma Humana, altura e população
        ^
        |
        |
        |             X011011
                       111111
esq: X0111     dir:    110111
                       111011
        |              111111
        |              110000
        v
            1110 (binário) = 14 (decimal)
000011 111111 110111 111011 111111 110110 (binário)
                          = 4,292,853,750 (decimal)

Diretamente abaixo da dupla hélice do DNA está uma pequena representação de nós, humanos, com um corpo e dois braços e duas pernas (como um homem esticado). Na direita está um valor binário da população da terra. Isto pode ser calculado como 4,29 bilhões, que era a população mundial aproximada nos idos de 1974.

No lado esquerdo da forma humanóide existe um número binário correspondente à altura do ser humano. Pelo fato de não podermos usar "medidas humanas" (como pés e polegadas) a altura é representada em "unidades de comprimento de onda".

Como mencionado antes, a atual mensagem foi transmitida em 2.380 MHz. Para converte-la no seu comprimento de onda nós dividimos por 300, para obter um comprimento de onda em metros.

300 / 2380 = 0,12605042 m = 12, 6 cm. Esta é nossa "unidade de comprimento de onda" Do código para a altura de um humano, nós podemos ver que o valor é 1110 em binário, ou 14 em decimal. Se multiplicarmos 14 pela nossa unidade de comprimento de onda (12,6) nós obtemos 176,4 cm, ou aproximadamente 1,76 m que é a altura média dos humanos.

Planetas[editar | editar código-fonte]

Part 6 — O Sol e os planetas
                  Terra
Sol Mercurio Vênus       Marte Jupiter Saturno Urano Neptuno Plutão

Na próxima secção está a representação simplificada do nosso Sistema Solar --- onde nós vivemos Ele mostra o Sol e nove planetas, numa representação aproximada de tamanhos. Deixando representado que o terceiro planeta --- a Terra - é significativo em relação aos outros.

Rádiotelescópio[editar | editar código-fonte]

Part 7 — Rádiotelescópio Arecibo
duas linhas do fundo:  100101
                 <---  111110X  --->
100101 111110 (binário) = 2,430 (decimal)

A última seção indica a origem da mensagem por si própria.O rádio telescópio de Arecibo, que é a estrutura curvada. Abaixo disto, nas ultimas duas linhas da mensagem, outro número binário. Desta vez é 100101111110 (cortado em duas linhas no centro) e igualado a 2430 em decimal.

Novamente, usando nossa universal "unidade de comprimento de onda" nós obtemos: 2430 x 12,6 cm = 30.618 cm (306,18 m) ou aproximadamente 1.000 pés, que é o diâmetro do prato da antena de Arecibo.

Força do sinal[editar | editar código-fonte]

O sinal enviado foi tão forte que um radiotelescópio como o de Arecibo seria capaz de detectá-la em qualquer lugar da nossa galáxia.

Resposta à mensagem[editar | editar código-fonte]

Nuvola apps important square.svg
Esta secção foi marcada como controversa devido às disputas sobre o seu conteúdo.
Por favor tente chegar a um consenso na página de discussão antes de fazer alterações ao artigo.

Em 21 de agosto de 2001 (26 anos e 8 meses depois), foram encontrados dois círculos nas plantações (crop circles em inglês) perto do radiotelescópio de Chilbolton, Hampshire, UK.[1] . Tais desenhos nas plantações foram atribuídos aos fazendeiros Doug e Dave. Contudo, sob o holofotes da mídia, e usando apenas tábuas para pisar nas plantas, os dois velhinhos fanfarrões não foram capazes de reproduzir o feito que caracteriza as centenas de crop circles encontrados. As hastes das plantas dos crop circles reais não são pisadas nem quebradas, mas entortadas (por vezes em ângluos de mais de 90°), de maneira que continuam a crescer mesmo envergadas. Outro ponto capital e bastante intrigante é que as plantas afetadas apresentam alterações biofísicas em seu material genético, além do fato unânime que em todos os crop circles analisados, registrou-se a presença de quantidades anormais de radiação eletromagnética. Um destes crop circles lembra muito a mensagem enviada em 1974, porém, com particularidades no mesmo[2] .

  1. A base da nossa matemática permaneceu a mesma;
  2. Os elementos primários para a vida foram mudados, mantendo todos os enviados e anexando o silício;
  3. A composição dos nucleotídeos permaneceu;
  4. Foi representado um DNA diferente do nosso com uma fita extra, porém semelhante;
  5. O número de nucleotídeos também é diferenciado do nosso;
  6. A anatomia enviada mostrava um ser abaixo da estatura humana e com uma grande caixa craniana, semelhante aos greys;
  7. A população representada era superior à da Terra, com 12,7 bilhões de habitantes;
  8. A localização da suposta raça alienígena fora representada como um sistema de nove planetas, que aparentam mostrar que 3 destes planetas estão sob o domínio deles, explicando uma provável colonização espacial da parte deles. Entre os três planetas colonizados o 3º está sinalizado, acredita-se que seja a colônia principal. Esse sistema planetário orbita uma estrela menor que o sol, provavelmente uma anã vermelha, também apresenta dois planetas gasosos (6º e 7º) do tamanho aproximado de netuno;
  9. A representação do Radiotelescópio de Arecibo fora trocada por outra muito mais complexa (a forma já fora vista em outro círculo inglês, no mesmo local, em 2000).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SPIGNESI, Stephen J.Os 100 Maiores Mistérios do Mundo. Rio de Janeiro: Editora DFL, 2009. Pág 138, cap 25, Círculos nas plantações. ISBN 978-85-7432-090-8.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mensagem de Arecibo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]