Mercado Central de Fortaleza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Mercado Central de Fortaleza é um mercado especializados em produtos artesanais. É gerido pela ALMEC, mas é de propriedade da Prefeitura de Fortaleza e está localizado no Centro da cidade ao lado da Catedral de Fortaleza e da Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção tendo sido construído ao lado da margem esquerda do Riacho Pajeú.

História[editar | editar código-fonte]

Ficheiro:Vista de Fortaleza década de 1930.jpg
Vista de Fortaleza a partir da Catedral avistando-se a área do antigo Mercado Central na parte inferior a direita.

A história do Mercado Central começa em 1809 com a autorização da Câmara Municipal para a construção, em madeira, do mercado que a funcionou inicialmente para o comércio de carne, fruta e verdura. Em 1814 as instalações foram demolidas e um novo prédio foi erguido com a denominação de "cozinha do povo".

No século XX, em 1931, o comércio de carne, fruta e verdura foi proibido dentro do prédio, e as instalações foram ocupadas por produtos utilitários e decorativos feitos artesanalmente.

Várias reformas foram realizadas, mas em 1975 o mercado foi totalmente modificado, reinaugurado ocupando um espaço de 1.200 metros quadrados. O mercado então tinhas corredores estreitos e muitas lojas de confecção, renda de bilro, redes, cerâmicas, e todo tipo de artesanto produzido no Ceará. Nessa época o turismo ganhou grande impulso e o Mercado Central se tornou uma atração da cidade.

Depois de muitos anos sem reforma, já na década de 1990 As instalações estavam precárias e o prédio corria risco de incêndio. Nesse contexto de exigência de reformas e o aumento da demanda pelos produtos do mercado que já estava saturado, um novo mercado foi concebido. Nesse momento a administração do mercado foi passada para a Associação dos Lojistas do Mercado Central (ALMEC) pela lei Nº 8073, de 21 de outubro de 1997. No dia 19 de janeiro de 1998 foi inaugurado o novo prédio do Mercado Central de Fortaleza projetado pelo arquiteto Luiz Fiúza.

O Novo Mercado Central abriga 553 boxes e 18 banheiros, distribuídos em 5 pavimentos, sendo um deles destinado a estacionamento compreendendo área total de 9.690,75 m².

Ligações externas[editar | editar código-fonte]