Mercado de São José

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fachada do Mercado de São José
Setor de artesanato do Mercado.
Setor de alimentos do Mercado.

O Mercado de São José é um dos vinte e quatro mercados públicos do Recife, capital de Pernambuco.[1] Localizado no bairro de São José e inaugurado em 1875, é o mais antigo mercado público do Brasil e o primeiro edifício pré-fabricado em ferro no país, com a mesma estrutura neoclássica dos mercados europeus do século XIX. Foi inspirado no mercado público de Grenelle, em Paris.[2] [3]

História[editar | editar código-fonte]

O local onde foi montado o Mercado de São José abrigava antes o Sítio dos Coqueiros, depois chamado Largo da Ribeira do Peixe. No começo do século XIX, o governador de Pernambuco D. Tomás José de Melo ordenou a construção, no largo, do Mercado da Ribeira do Peixe, um conjunto de barracos que comercializavam frutas, verduras e peixes.[4]

Em 1871, a Câmara de Vereadores do Recife encomendou o projeto de um mercado para a região. J. Louis Lieuthier, o autor do projeto, se inspirou no mercado de Grenelle, em Paris.[3] A obra foi inaugurada em 7 de setembro de 1875.[1]

O Mercado já passou por várias reformas: em 1906, com duração de dez meses, em 1941, com a substituição das venezianas por cobogós, e em 1989, após um grave incêndio que destruiu parte do mercado. A reinauguração ocorreu apenas em 1994.[3]

O Mercado de São José foi tombado patrimônio histórico pelo IPHAN.[5]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O Mercado possui os seguintes dados:[1]

  • Área: 3541 metros quadrados
  • Frente: 48,88 metros
  • Fundo: 75,44 metros
  • Boxes: 545

Referências

  1. a b c Prefeitura do Recife. Histórico dos Mercados. Visitado em 9 de agosto de 2009.
  2. Turistas redescobrem mercado público e espaços populares
  3. a b c Fundação Joaquim Nabuco. Mercado de São José, Recife, PE. Visitado em 9 de agosto de 2009.
  4. Mercado de São José. História. Visitado em 9 de agosto de 2009.
  5. IPHAN. Sítios Históricos e Conjuntos Urbanos de Monumentos Nacionais. Visitado em 9 de agosto de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]