Messias Targino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Messias Targino
"Junco"
Vista aérea de Messias Targino

Vista aérea de Messias Targino
Bandeira de Messias Targino
Brasão de Messias Targino
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 8 de maio de 1962
Fundação 8 de maio de 1962
Gentílico messias-targinense,[1] messiense (mais utilizado)
Padroeiro(a) Nossa Senhora das Graças
Prefeito(a) Arthur Ferreira Targino (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Messias Targino
Localização de Messias Targino no Rio Grande do Norte
Messias Targino está localizado em: Brasil
Messias Targino
Localização de Messias Targino no Brasil
06° 04' 44" S 37° 30' 50" O06° 04' 44" S 37° 30' 50" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Oeste Potiguar IBGE/2008[2]
Microrregião Médio Oeste IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Patu (oeste), Janduís (nordeste), Campo Grande (leste), Belém do Brejo do Cruz-PB (sul)
Distância até a capital 298 km[3]
Características geográficas
Área 135,094 km² [4]
População 4 188 hab. IBGE/2010[5]
Densidade 31 hab./km²
Clima semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,644 médio PNUD/2010 [6]
PIB R$ 18 962,937 mil IBGE/2008[7]
PIB per capita R$ 4 853,58 IBGE/2008[7]
Página oficial

Messias Targino, município no estado do Rio Grande do Norte (Brasil), localizado na microrregião do Médio Oeste. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2010 sua população era estimada em 4.188 habitantes sendo que População residente - Homens 2.119 homens, População residente - Mulheres 2.069 mulheres, com uma previsão de 4.448 habitantes no geral para 2013.[8] é 128° município mais populoso do estado [9] sua área territorial de 135 km².

História[editar | editar código-fonte]

Em terras do município de Patu, dominadas pelo Serrote Junco e formada por calcários que permitem a conservação da umidade e da produção de juncáceos, teve início uma povoação que foi chamado Junco. Sem maiores registros oficiais o que se sabe da localidade através dos mais antigos, é que nos meados de 1852 a região de Junco era composta por uma pequena e esparsa povoação que vivia da criação de gado. Com suas terras ricas em calcário para o fabricação de cal, as potencialidades naturais de Junco, em 1894, já eram consideradas um fato consumado. Em 8 de maio de 1962, pela Lei nº 2.750, Junco desmembrou-se de Patu, tornou-se município e permaneceu com esse nome por pouco tempo, sendo, posteriormente, mudado para Messias Targino, em homenagem a um antigo membro de importante família da região.

Praça João Jales Dantas,um dos cartões postai da cidade.
Praça João Jales Dantas, um dos cartões postais da cidade.
Serra de Messias Targino
Serra de Messias Targino, uma verdadeira maravilha natural.

Aspectos Geográficos[editar | editar código-fonte]

O município de Messias Targino situado na Comarca de Patu,encontra-se na mesorregião Oeste Potiguar e na microrregião Médio Oeste, limitando-se com os municípios de Janduís, Campo Grande e Patu e com Belém do Brejo do Cruz no Estado da Paraíba, abrangendo uma área de 145 km². A sede do município tem uma altitude média de 181 m e coordenadas 06°04’44,4” de latitude sul e 37°30’50,4” de longitude oeste, distando da capital cerca de 298 km, sendo seu acesso,a partir de Natal, efetuado através das rodovias pavimentadas BR-304, RN-233 e BR-226 Em síntese, podem ser assim resumidos os principais aspectos geográficos do Município de Messias Targino: - Localização: interior do Rio Grande do Norte, na microrregião do Médio Oeste potiguar e na mesorregião do Oeste do RN, distante 298 Km de Natal, capital do Estado; - População: 4.188 habitantes, segundo dados do IBGE, relativos ao ano de 2010; - Clima: Tropical semiárido; - Vegetação predominante: mata de caatinga, típica das áreas de clima tropical semiárido.

Formação Vegetal

Caatinga Hiper xerófila - vegetação de caráter mais seco, com abundância de cactáceas e plantas de porte mais baixo e espalhadas. Entre outras espécies destacam-se a jurema-preta, mufumbo, faveleiro, marmeleiro, xique-xique e facheiro.

Solos

Solos predominantes e características principais:

Fertilidade média a alta, textura arenosa/argilosa e média/argilosa, fase pedregosa, bem drenado, relevo ondulado. Solos Litólicos Eutróficos - fertilidade alta, raso ou muito raso, textura média, acentuadamente drenado, relevo ondulado e forte ondulado. Latossolo Vermelho Amarelo - fertilidade baixa, textura argilosa, bem ou acentuadamente drenado, relevo plano. - A área de relevo plano é quase totalmente cultivada com fruticultura e agave, existindo também as culturas da mandioca, feijão e milho em escala mais reduzida.

- As áreas de relevo ondulado são mais utilizadas com pecuária extensiva e algum cultivo de milho e feijão consorciados. Recomenda-se para essas áreas, práticas de controle a erosão.

- Nas áreas de relevo forte ondulado devem-se preservar a vegetação natural.

- Aptidão Agrícola: regular e restrita para pastagem natural,aptas para culturas de ciclo longo, indicada para preservação da flora e da fauna e regular e restrita para lavouras.[10]

Economia[editar | editar código-fonte]

Feira Agroecológica, realizada no centro da cidade há 5 anos.
Feira Agroecológica, realizada no centro da cidade há 5 anos.
Caeira de Cal
Caeira de cal localizada na zona rural de Messias Targino, a fabricação de cal impulsionou a economia nos primeiros anos de fundação da cidade.

A economia messiense existe a partir da agricultura, que antes era praticada unicamente para a subsistência dos pequenos agricultores, mais hoje deu lugar à chamada agricultura familiar, em que os trabalhadores rurais se organizaram e criaram formas de vender parte da produção, mantendo uma parte para o próprio consumo.

A economia local, que dependia exclusivamente dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), ou seja, do repasse de verbas do governo federal, hoje tem outra história para contar. A cidade que sofria com analfabetismo, desemprego, êxodo rural, entre outros problemas econômicos e sociais, é exemplo de que o investimento no empreendedorismo é inovador e transformador.[11] Com o surgimento de políticas públicas do Governo Federal e da Administração Municipal, em que há muitas parcerias entre o Poder Público, associações de trabalhadores, sindicato representativo do homem e da mulher do campo e outras entidades.

Com isso foi que criada a Feira Agroecológica e Solidária que há 5 (cinco)anos existe [12] e que é realizada semanalmente no centro da cidade, a destinação de parte da produção para o Programa “Compra Direta” e depois, para a merenda escolar do Município, são formas de escoamento da produção da chamada agricultura familiar. Em Messias Targino, uma fábrica de produtos de limpeza também impulsiona a economia da cidade, além do comercio local que movimenta bastante a economia do município.

Selo Unicef

Em 2008 o município de Messias Targino foi um dos 40 municípios do Estado do Rio Grande do Norte vencedor da edição 2008 do Selo UNICEF Município Aprovado. O anúncio ocorreu no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco, e foi feito pela representante do UNICEF no Brasil, Marie-Pierre Poirier, com a participação dos governadores e prefeitos dos Estados que compõem a região do Semi-árido brasileiro e autoridades do Governo Federal.

O Selo UNICEF Município Aprovado, é um reconhecimento internacional aos municípios do Semi-árido que alcançaram resultados significativos no esforço para melhorar a qualidade de vida e na promoção dos direitos das crianças e adolescentes. Sempre com ênfase nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, a iniciativa integra ações de mobilização social, desenvolvimento de capacidades e monitoramento das políticas públicas desenvolvidas na região.[13]

Eventos Culturais e Sociais[editar | editar código-fonte]

Serra de Messias Targino
II Cavalgada do sertão realizada nos festejos alusivos de emancipação politica.
Serra de Messias Targino
Festa de emancipação política realizada em torno do "largo da prefeitura" centro.

Desde o ano de 2005 o governo municipal vem realizando diretamente ou apoiando a iniciativa particular para eventos culturais, o Poder Público messiense passou a investir nesses eventos, também como forma de gerar renda e dividendos para o Município.

Até então, Messias Targino contava basicamente com os festejos alusivos à sua padroeira, Nossa Senhora das Graças, que são realizados em novembro de cada ano. Nem mesmo a Festa de Emancipação Política do Município, que aniversaria em 8 de maio, merecia a atenção do Poder Público. Hoje a cultura já é realidade no município que sediou recentemente o 34° Escambo popular livre de rua, no período de 16 a 18 de agosto de 2013, articulado pela Cia. Arte e Ação e demais grupos do movimento que existem no município.

A Companhia Arte & Ação faz movimentações culturais com frequência na cidade de Messias Targino, no dia 30 de Dezembro 2012, realizou cortejo pelas principais ruas da cidade, com apresentações dos palhaços, logo mais a noite houve apresentações da peça "Deu a Louca No Conto de Fadas" e apresentações dos palhaços Fininho, Jureminha e Bolinha. Na parte social o município realiza anualmente a festa de emancipação política da cidade que acontece nos mês de Maio, com apresentações culturais, gincanas, torneios de futsal e a tradicional maratona Titi Maçonila que tem maciça participação da população. A festa é encerrada com apresentações de bandas de forró de renome regional e até nacional chamando um grande público. No mesmo período realiza-se também a Cavalgada do sertão que atrai muitos simpatizantes, a Cavalgada já está no seu segundo ano consecutivo e deu lugar ao extinto torneio leiteiro que teve sua 4º e última edição em 2010. [14]

Eventos em Messias Targino
Evento Data
Prévia Carnavalesca (Um dia antes do carnaval)
Torneio Leiteiro (extinto) 18,19 e 20 de Abril
Emancipação política 8 de Maio
Festa de Nsa. Senhora das graças 22 à 01 de Dezembro
Artesanato

Principais atividades: colcha de retalho, crochê, tapeçaria, bordado (toalha de mesa, redes e lençol de cama), argila (panelas, potes, jarros e tigelas), cerâmica (tijolos), palha de carnaúba e madeira (placas, talhas, desenhos), bolsas, fuxico, tricô, reciclagem, pintura e redes de pesca. Outras atividades: desenvolvimento de artesanato com papel de saco de estopa, arreios e selas, couro, gesso, biscuit, miçangas, aruás, rendas e vidros.

Religião
Procissão de Nossa Senhora das Graças, padroeira do município 2011.

O povo messiense é um povo bastante religioso e grande parte da população se reúne para prestigiar a festa de Nossa Senhora das Graças que acontece entre o meses Novembro e Dezembro e tem grande participação da população. O município conta apenas com uma igreja (capela) onde é realizadas celebrações e outros eventos religiosos. Dados estatísticos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que 3.690 pessoas seguem a religião católica apostólica romana. Segundo o senso 125 pessoas seguem a religião evangélica. E cerca de 358 pessoas não tem religião. [15]



Infra estrutura[editar | editar código-fonte]

Divisão Urbana

No ano de 2009 o Legislativo municipal, entendeu que a cidade cresceu, tornando-se necessário a sua divisão territorial. Foi então que um vereador apresentou o projeto de lei dispondo sobre a divisão da zona urbana em cinco bairros. A partir do momento em que o projeto for sancionado pelo executivo municipal a sede administrativa do município será dividida da seguinte maneira: bairros Parque das Rosas, Alto do Bonito, Lagoa do Junco, Sol Nascente e Centro, além de manter, como parte de dois desses bairros, os conjuntos Noêmia Almeida e Osnildo de Freitas Targino (antigo Conjunto das Rosas). [16]

Educação
Escola da rede estadual Apolinária Jales em Messias Targino.

Messias Targino hoje conta 6 estabelecimentos de ensino, desses seis três são da rede pública e três da privada, o município conta com uma escola da rede Estadual (Escola Estadual Apolinária Jales) sendo que essa conta com ensino infantil, fundamental e médio, e uma da rede municipal (Escola Prof. Júlio Benedito) que dispõe de ensino infantil e fundamental e uma creche municipal que dispõe do ensino maternal e infantil e outra em fase de construção. No senso de 2010 realizado pelo IBGE foram realizadas 658 matriculas no ensino fundamental, 171 no ensino médio e 148 no ensino pré escolar.[17]

Saúde

A cidade dispõe de um Hospital de pequeno porte que é administrado pelo governo municipal, e dispõe ainda de uma unidade básica de saúde e outro em fase de construção tendo até o momento 09 leitos. A Prefeitura de Municipal de Messias Targino, por meio da Secretaria de Municipal de Saúde, está desenvolvendo na unidade básica de saúde Dr. Edino Jales, que recentemente pôs em prática o projeto de Gestante “Nascer Bem“, dirigido a grupos de gestantes e de aleitamento materno do município. [18]

Política[editar | editar código-fonte]

O Poder Executivo de Messias Targino, é formado pelo prefeito(a), e por seus seis secretários municipais, das pastas de:Educação, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Ação Social, Saúde e Saneamento, Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente e Obras e Serviços Públicos. O poder legislativo do município é formado por nove vereadores eleitos constitucionalmente pela população. O primeiro prefeito constitucional foi o senhor Osnildo de Freitas Targino, eleito em 1º de Dezembro de 1963. A sede do poder executivo messiense atualmente é sediada no Palácio 8 de Maio, na rua Manoel Fernandes Jales, centro da Cidade.

Primeiro Prefeito interino

João Jales Dantas, natural de Patu/RN, nascido a João Calixta marcou época na política municipal de Messias Targino, em 7 de junho de 1962 tomou posse como o primeiro prefeito de Junco, atual Messias Targino, nomeado pelo então governador Aluízio Alves. Administrou sua terra natal até 31 de janeiro de 1964, quando passou o cargo para o primeiro prefeito constitucional daquela cidade, senhor Osnildo de Freitas Targino, eleito em 1º de Dezembro de 1963. Em 15 de Novembro de 1972 ele foi eleito pelo voto popular prefeito de Messias Targino. Homem de posição firme, ele participou dos importantes momentos de Messias Targino, sendo um dos responsáveis pela movimentação vitoriosa que transformou a comunidade em município. Em 1996 ele lançou a candidatura do filho Gilberto Jales a prefeito. Em 1998 deixou a liderança do ex-ministro Aluízio Alves para apoiar o senador José Agripino Maia. Faleceu no dia 14 de Setembro de 1999.

Ao todo foram eleitos quatorze prefeitos um interino e treze constitucionais.

Oeste Potiguar (2011)
Posição Prefeitos Vice Eleito Posse
João Jales Dantas (interino) (sem registros) 07/06/1962 07/06/1962
Osnildo de Freitas Targino Edimar Teixeira Diniz 01/12/1963 31/01/1964
Inácio Gabriel Da Silva (sem registro) 15/11/1968 31/01/1969
João Jales Dantas Everton Medeiros 15/11/1972 31/01/1973
Maria do Socorro F. Targino Antonio Dantas Diniz 15/11/1976 31/01/1977
Edmilson Fernandes Jales (sem registro) 15/11/1982 31/01/1983
César Teixeira Jales José Maria de Medeiros 15/11/1988 01/01/1989
José Maria de Medeiros (sem registro) 03/10/1992 01/01/1992
Epitácio Fernandes Jales (Sem registro) 03/10/1992 01/01/1993
10º César Teixeira Jales Francisco Ezequiel da Silva 03/10/1996 01/01/1997
11º Elio Jales de Almeida Antenor L. de Medeiros 01/10/2000 01/01/2001
12ª Francisca Shirley F. Targino Cleiston Rubens T. Azevedo 03/10/2004 01/01/2005
13ª Francisca Shirley F. Targino Cleiston Rubens T. Azevedo 05/10/2008 01/01/2009
14º Arthur de Oliveira Targino Genésio Francisco Pinto Neto 07/10/2012 01/01/2013



Referências

  1. Messias Targino infográficos: histórico. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 24 dez. 2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. FEMURN. Distâncias dos Municípios do Rio Grande do Norte a Natal-RN. Página visitada em 2 de março de 2011.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  5. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de agosto de 2013.
  7. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  8. estimativa da população - 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 20 dez. 2013.
  9. Lista de municípios do Rio Grande do Norte por população - 2013. Wikipedia. Página visitada em 01 Abril. 2014.
  10. diagnótico do município de Messias Targino - 2013. cprm.gov. Página visitada em 20 dez. 2013.
  11. Portal do desenvolvimento local. Messias Targino (RN): A cultura do desenvolvimento. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.
  12. PolaPinto. Feira Agroecologica de Messias Targino comemorou 5 anos de existência. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.
  13. UNICEF. Messias Targino – Selo UNICEF - Messias Targino/RN. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.
  14. Pola Pinto. Tudo pronto para II Cavalgada do Sertão de Messias Targino. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.
  15. IBGE. censo demográfico 2010: resultados da amostra - religião. Página visitada em 02 de Abril de 2014.
  16. Jornal O mossoroense. Vereadores aprovam projeto que divide zona urbana de Messias Targino. Página visitada em 09 de agosto de 2009.
  17. IBGE. infográficos: escolas, docentes e matrículas por nível. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.
  18. UNICEF. Messias Targino – Secretaria de Saúde implanta Projeto de Gestante “Nascer Bem”existência. Página visitada em 18 de dezembro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.