Mestre Camisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde novembro de 2012).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde novembro de 2012)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Nome: José Tadeu Carneiro Cardoso – Mestre Camisa Nascido em Jacobina, na Bahia no ano de 1956, iniciou-se na Capoeira nos anos 60, com seu irmão mais velho, Camisa Roxa. Em seguida mudou-se para Salvador, indo morar na Lapinha, onde continuou a praticar Capoeira nas rodas de rua, principalmente nas de Mestre Valdemar e Traíra, que eram realizadas na Rua Pero Vaz, posteriormente foi treinar na academia de Mestre Bimba onde se formou. Rodou todo o Brasil fazendo demonstrações de Capoeira na equipe de seu irmão, Camisa Roxa. Em 1972, com 16 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro e começou a dar aulas em academias. No Rio de Janeiro, Camisa se dedicou a pesquisa da Capoeira, desenvolveu seu próprio método de ensino, seguindo os conceitos inovadores de Mestre Bimba.

Passou a ensinar capoeira pelo grupo Senzala. Por volta de 1988 separou-se deste grupo e fundou a Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte-Capoeira (Abadá-Capoeira).

Viajou pra mais de 60 países divulgando a cultura brasileira e ensinando capoeira. Hoje, com os núcleos de capoeira já desenvolvidos, viaja o mundo ministrando palestras e cursos de capoeira nos 5 continentes.

Em 2011 recebeu o título de Doutor Honoris Causa ao Mestre Camisa, outorgado em 28 de maio de 2010 pelo Conselho Universitário da Universidade de Uberlândia. Indicado como personalidade eminente que contribui de modo relevante para o desenvolvimento da cultura afro – brasileira e detém valioso conhecimento sobre capoeira, Patrimônio Imaterial Brasileiro e se distingue por sua atuação cultural, social e educacional no Brasil e no exterior.

Formação:

- Capoeirista formado por Mestre Bimba.
- Mestre de capoeira da Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte Capoeira. 

Experiência Profissional: - Presidente fundador da Federação ABADÁ Capoeira do Estado do Rio de Janeiro.

- Presidente e fundador da ABADÁ Capoeira (Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte Capoeira) reconhecida como uma instituição de utilidade pública. Responsável pela filiação de mais de 50 mil capoeiristas localizados em 26 estados do Brasil (só no Rio de Janeiro são mais de 100 professores de capoeira trabalhando com o grupo ABADÁ) e 53 países.

- Consultor técnico do 1º Curso de Nível Superior em Capoeira oferecido pela Universidade Gama Filho.

- Criador da CEMB – Centro Educacional Mestre Bimba, centro de treinamento específico para capoeira e ecologia, onde se desenvolve o projeto capoeira ecológica.

- Palestra na embaixada brasileira na França (1997).

- Parceria há mais de 20 anos com a UERJ (eventos, palestras, apresentação e shows de folclore e capoeira).

- Coordenador do Projeto Rio Criança Esporte (desenvolvido pela prefeitura da cidade do Rio de Janeiro) apoiando as crianças carentes.

- Palestra na união dos escritores de angola (sobre a origem da capoeira).

- Professor e pesquisador na disciplina de educação física – folclore e cultura popular – UERJ (palestras, oficinas, aulas e projeto de integração.

- Produção e edição de dois programas sobre capoeira na TV a cabo Sport TV (1997).

- Workshops de capoeira em geral (técnica, didática, ritmo, história) ministrados em universidades, escolas, academias em todos os estados do Brasil, na América do Norte e em mais de 20 países da Europa.

- Criou o Jornal mensal de capoeira – ABADÁ.

- Capoeira Espacial Inclusiva (prática de capoeira desenvolvida junto à várias instituições para portadores de necessidades especiais desde 1984).

- Incorporou expressões de capoeira pra o dicionário Aurélio. Como Mestre de Capoeira.

- Projeto Volta ao Mundo: Palestras, cursos, seminários e shows em todos os estados do Brasil e 30 países dentre os quais: Alemanha, França, Japão, Inglaterra, Itália, Israel, Angola, etc. com o objetivo de divulgar a cultura brasileira através da capoeira.

- Eleito melhor capoeirista do Brasil pela antiga revista DÔ de Artes Marciais (1977).

- Participou de vários programas de TV, dentre os quais: Fantástico – TV Globo; Programa Realce – TV Bandeirantes; Jô Soares 11:30 – TV Globo; Aqui e Agora – SBT; Sem censura – TVE, Espacial de Capoeira – TVE; Show do Esporte – TV Globo; Esporte Espetacular – TV Globo; Documentário – TV Japonesa; Noticiário NBC EUA; TV DW Alemã; Documentário TV Francesa; Documentário TV Suíça.

- Ministrou aulas nos seguintes estabelecimentos: Escola Naval, Academia Saga, Academia Nissei, Casa do Estudante, Colégio Divina Providência, Ginásio Samurai, Clube Guanabara, Lagoa Sport, Academia Faixa Preta, Academia Scrett, Escola de Belas Artes (UFRJ), Ass. Dos Servidores civis do Brasil, Clube de Natação Santa Luzia, Tijuca Country Club, Colégio Souza Leão, Escola de Engenharia, Academia Dukan.

- Produziu e/ou participou dos seguintes shows em Teatros: Cantos e danças da Terra (Teatro Gláucio Gil e Galeria, Circo Voador Arpoador RJ); Ballet Brasileiro (Teatro João Caetano) Furacões da Bahia (Canecão e Teatro Opinião) Brasil Tropical (Gold Room e Hotel Nacional) Heranças de Angola (Teatro Vila Velha) Show de Capoeira (Circo Voador) Viva Bahia (Teatro Castro Alves BA)

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Garambone, Sidney, "O Mestre da Briga", Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 17/09/89.
  • Revista Abadá Capoeira - ano 1, nº1 Agosto 2005.