Metal Gear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Janeiro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Metal Gear
Logótipo da série usado em Sons of Liberty e Snake Eater
Desenvolvedora(s) Kojima Productions
Editora(s) Konami
Distribuidora(s) Konami
Criador(es) Hideo Kojima
Local de origem Japão
Gênero(s) Stealth, ação
Primeiro título Metal Gear
1987
Último título Metal Gear Solid V: The Phantom Pain
Portal Portal de jogos eletrônicos

Metal Gear (メタルギア?) é uma série de jogos enquadrados na categoria stealth, ou seja, jogos de espionagem com ação, criada por Hideo Kojima e produzida pela Konami. Nele, o jogador tem o controle de um soldado altamente treinado em infiltração (Solid Snake, Big Boss ou Raiden) e tem que enfrentar armas com capacidade de destruição em massa, Metal Gear, tanques gigantescos com capacidade de lançar ataques em qualquer terreno do globo. A série é famosa por ser a primeira a fazer parte da categoria "stealth", devido às suas longas cenas cinemáticas, enredos complexos e sua exploração da natureza da política, guerras, censura, engenharia genética, inteligência artificial, lealdade, realidade, "verdade" subjetiva vs. universal e temas filosóficos,[1] além de freqüentemente derrubar a quarta parede.

O primeiro jogo da série Metal Gear foi lançado em 1987 para o MSX2, com uma conversão um pouco inferior para o NES. Em 1990, foi lançada a sua seqüência, Metal Gear 2: Solid Snake. Com o surgimento da quinta geração de vídeogames, Hideo Kojima conseguiu usar o potencial do PlayStation para criar o Metal Gear Solid com gráficos 3D excepcionais (para a época) e dublagens em todas as falas. Depois de MGS, ainda vieram suas seqüências Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty para Playstation 2, Xbox e PC, e Metal Gear Solid 3: Snake Eater para o PlayStation 2. Uma versão para o PlayStation 3 da série foi lançada, em 12 de junho de 2008, pela Kojima Productions, chamada Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots. Foi desenvolvido Metal Gear Solid: Rising, um spin-off com Raiden, para as plataformas Xbox 360, Playstation 3 e Windows.

Entretanto Hideo Kojima, revelou à revista oficial PlayStation (Reino Unido) que Metal Gear Solid 5 está em desenvolvimento. A revista britânica publicou os primeiros detalhes do próximo jogo da série na edição do dia 29 de Novembro 2011.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Foi um dos primeiros jogos, se não o primeiro, a dar ênfase em progredir sem ser detectado pelos inimigos, evitando, ao máximo, confrontar-se com eles. Muitas das coisas que viriam a ser marcas registradas da série já aparecem nessa primeira missão de Solid Snake, como o rádio codec para comunicação com seus superiores, para tirar dúvidas sobre a missão, ou, até mesmo, a caixa de papelão (cardboard box). Foi feita uma versão deste mesmo jogo para o NES em 1988, porém, com 69 linhas de texto a menos e algumas modificações na história. Uma seqüência, Metal Gear 2: Solid Snake, foi lançada em 1990 para computadores MSX2, porém, somente no mercado japonês. Metal Gear 2 teve adições importantes para a série, bem como uma história muito mais elaborada e cheia de revelações.

Depois disso, a série Metal Gear só retornou em 1998, com o nome de Metal Gear Solid, para o Sony PlayStation, adaptando a jogabilidade dos dois primeiros jogos para um ambiente 3D. Enquanto os dois primeiros jogos tiveram apenas um relativo sucesso, Metal Gear Solid foi um campeão de vendas, com mais de 15 milhões de cópias ao redor do globo. Vários jogos tentaram copiar sua fórmula, o que fez da marca Metal Gear um dos carros-chefes da empresa Konami.

Metal Gear Solid teve duas sequências para o PlayStation 2: Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty em 2001 e Metal Gear Solid 3: Snake Eater em 2004, cada um incrementando cada vez mais a jogabilidade e contando mais da história do universo de Metal Gear. Em março de 2006, foi lançado o Metal Gear Solid 3: Subsistence, com 2 discos, contendo o mesmo jogo do Metal Gear Solid 3: Snake Eater, mas com uma nova câmera, que permite visão total e livre ao jogador. Também foram adicionados mais recursos e o modo online, onde um jogador pode jogar contra outros pela Internet.

Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots é o quarto jogo da série "Solid", lançado 12 de Junho de 2008, exclusivamente para o PlayStation 3. Possui o tema "sem lugar para se esconder" ("no place to hide"). Foi produzido por Ken-ichiro Imaizumi e Hideo Kojima, este último continuando como diretor, com a ajuda de Shuyo Murata como co-diretor. Nessa edição do jogo, que se passa no futuro, alguns personagens dos jogos anteriores reaparecem, como Meryl, Vamp e Raiden (personagem principal do MGS2, que desta vez se assume como um ninja). O jogo recebeu nota 10 nas três maiores revistas online sobre jogos, Famitsu, Gamespot e IGN (onde recebeu a menção de "jogo nota 11").

Lista dos principais jogos[editar | editar código-fonte]

Aqui estão listados todos os jogos que avançam a história como um todo e tidas como oficiais pelo autor (Hideo Kojima), em ordem de lançamento.

Versões melhoradas ou complementares[editar | editar código-fonte]

Seqüências não oficiais ou spinoffs[editar | editar código-fonte]

Também foram criados outros títulos da série Metal Gear, que não dão continuidade à série. O primeiro desses títulos foi Snake's Revenge, um jogo feito para o NES em 1990 para ser a sequência do Metal Gear original. O jogo foi feito no Japão, especificamente para o público americano (não existe versão japonesa do mesmo). Mesmo sem ter a participação de Hideo Kojima, o jogo foi considerado por ele como satisfatório, e, dele, veio a inspiração para fazer a verdadeira sequência do primeiro Metal Gear: o Metal Gear 2: Solid Snake, que sobrepôs toda a "história" do Snake's Revenge.

O próximo "não-oficial" foi o Metal Gear: Ghost Babel para Game Boy Color, lançado em 2000. No mercado americano, ele foi rebatizado para Metal Gear Solid para tentar aumentar as vendas do mesmo. Não é considerada uma sequência, mesmo usando alguns dados oficiais da história de jogos passados. Porém, pode ser considerado uma VR Mission (missão em realidade virtual) para o Jack, o Raiden, possivelmente treinando-o para os eventos de Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty.

Aproveitando, a Nintendo lançou, em 2004, uma versão melhorada do primeiro Metal Gear Solid para GameCube, intitulado Metal Gear Solid: The Twin Snakes, que foi dirigido por Ryuhei Kitamura e desenvolvido pela Silicon Knights, uma subsidiária da Nintendo, sob supervisão da Konami. Os gráficos foram melhorados e uma nova dublagem e jogabilidade foram adaptadas do jogo Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty.

Em 2004, a Konami lançou o Metal Gear Acid para o PSP. A série Acid não é baseada em espionagem, e, sim, um jogo de estratégia, combinando alguns fatores da série em forma de jogo de cartas. Apesar de não trazer grandes novidades, nem de agradar a todos os fãs, a série Acid fez sucesso e uma seqüência já está em desenvolvimento.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Os dez jogos na cronologia oficial de Metal Gear criam uma narrativa que se expande por cinco décadas. Dos dez títulos, quatro são prequelas que se passam antes dos eventos do primeiro Metal Gear. A cronologia de Metal Gear é a seguinte:

Título Ano em que se passa
Metal Gear Solid 3: Snake Eater 1964
Metal Gear Solid: Portable Ops 1970
Metal Gear Solid: Peace Walker 1974
Metal Gear Solid V: Ground Zeroes 1975
Metal Gear Solid V: The Phantom Pain 1984
Metal Gear 1995
Metal Gear 2: Solid Snake 1999
Metal Gear Solid (e The Twin Snakes) 2005
Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty - Capítulo "Tanker" 2007
Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty - Capítulo "Plant" 2009
Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots 2014
Metal Gear Rising: Revengeance 2018

Personagens[editar | editar código-fonte]

Mídia relacionada[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Metal Gear
Oficial
Arquivos de games e sites de matérias