Metro de Baku

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Metro de Baku
Bakı Metropoliteni
Informações
Local Baku
Tipo de transporte Metropolitano
(Metropolitano Subterrâneo)
Número de linhas 2
Número de estações 23
Tráfego 1 830 000 por dia (em média)
Chefe executivo Taghi Ahmadov
Website Metro de Baku
Funcionamento
Operadora(s) Bakı Metropoliteni
Headway 5 min.
Dados técnicos
Extensão do sistema 34,6 km
Bitola 1 520 mm (4 ft 11+56 in) (Bitola russa)
Mapa da rede

Baku metro plan.png

O Metro de Baku (em azeri: Bakı Metropoliteni) é o sistema de metropolitano que opera na cidade de Baku, capital do Azerbaijão. Foi inaugurado em 1967; foi construído ainda durante a URSS e foi a primeira rede de metro da República Socialista Soviética do Azerbaijão, e à semelhança de outros metropolitanos soviéticos, as suas estações são muito ornamentadas.

História[editar | editar código-fonte]

Nos anos 30, o alto desenvolvimento industrial e o aumento da população da cidades fizeram dela uma das maiores e mais importantes do Cáucaso. Seguindo o exemplo de Moscovo e Leningrado (actualmente São Petersburgo), foi decidido em 1932 que o meio de transporte mais conveniente às necessidades da cidade em pleno desenvolvimento era o metropolitano, que aumentaria a mobilidade das pessoas e diminuiria o tráfego das ruas de Baku.


À semelhança de outras cidades da URSS, os planos ficaram em suspenso devido à Segunda Guerra Mundial, para a qual foi canalizado todo o capital disponível. Após a guerra foi retomada a ideia de construir um metro em Baku, e em 1947 o projecto foi aprovado. A primeira linha tinha um comprimento aproximado de 10 km, e abriu a 6 de novembro de 1967. Um ano mais tarde, em 1968, foi construído um novo troço de linha com 2,2 km entre as estações de 28 de Maio e Şah İsmail Xətai. Um novo troço entre as estações de Nəriman Nərimanov e Neftçilər foi construído para servir os subúrbios da cidade. A rede prolongou-se para nordeste a partir da estação de Nizami Gəncəvi em 1976. A construção de estações avançou a ritmo apressado e até 1986 a rede tinha já a configuração actual.

Depois da queda da URSS não houve nenhuma alteração no metro de Baku; as limitações económicas não permitiram que as obras prossiguissem. Espera-se um investimento da União Europeia de vários milhões de euros para ajuda no desenvolvimento da rede. Nos últimos anos foram de adversidades para o metro e para o seu funcionamento, nomeadamente o facto de terem ocorrido dois atentados terroristas, um em 1994 e outro em 1995 (oficialmente foi um atentado, mas até hoje ainda não foi confirmado).

Em 2003, o sistema levou a um total de 1,83 milhões pessoas por dia em 228 vagões de metrô.

Rede do Metro de Baku[editar | editar código-fonte]

Linhas[editar | editar código-fonte]

Linha Cor Trajecto Inauguração Comprimento Estações
Linha 1 Vermelho İçərişəhərHəzi Aslanov
1967
20,1 km
13
Linha 2 Verde Şah İsmail XətaiDərnəgül
1976
14,5 km
10

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Trecho Abertura Comprimento
İçərişəhər-Nəriman Nərimanov 6 de novembro de 1967 6,5 km
28 May-Şah İsmail Xətai 22 de fevereiro de 1968 2,3 km
Nəriman Nərimanov-Ulduz 5 de maio de 1970 2,1 km
Ulduz-Neftçilər 7 de novembro de 1972 5,3 km
28 de Maio-Nizami Gəncəvi 31 de dezembro de 1976 2,2 km
Nəriman Nərimanov-Bakmil 28 de março de 1979 0,5 km
Nizami Gəncəvi-Memar Əcəmi 31 de dezembro de 1985 6,5 km
Neftçilər-Əhmədli 28 de abril de 1989 3,3 km
Cəfər Cabbarlı 27 de dezembro de 1993 N/A
Əhmədli-Həzi Aslanov 10 de dezembro de 2002 1,4 km
Memar Əcəmi-Nəsimi 9 de outubro de 2008 2,1 km
Nəsimi-Azadlıq Prospekti 30 de dezembro de 2009 1,3 km
Azadlıq Prospekti-Dərnəgül 29 de junho de 2011 1,5 km
Total: 23 estações 34,6 km

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Metro de Baku