Metropolitano de Perugia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Metrô de Perugia
Minimetrò.png
Minimetrò primopiano.jpg
Informações
Local Perugia
Tipo de transporte Transporte público
Número de linhas 1
Número de estações 7
Funcionamento
Início de funcionamento 2008
Dados técnicos
Extensão do sistema 4 km
Mapa da rede

Minimetrò Perugia map.png

O Metrô de Perugia ou Minimetrò é o sistema de transporte hectométrico utilizado na cidade italiana de Perugia. Sua planta apresenta uma única linha, num percurso de 4 quilômetros que liga a periferia, no oeste da cidade com a sua cidade velha, atravessando a Estação Ferroviária Fontivegge.

História[editar | editar código-fonte]

Embora a questão que ficou no projeto da cidade desde o início da década de 1990, a história do Minimetrò de Perugia abriu apenas em Abril de 1998, quando a cidade de Perugia, fez parte de um programa de mobilidade alternativa, e então se decide estabelecer a Minimetrò SpA, uma empresa com a missão de conceber, implementar e gerir ua área metropolitana que permitem ligar a zona de Pian di Massiano (a cidade) com a de Monteluce (centro).

Implementação[editar | editar código-fonte]

Após várias mudanças e segundo pensamentos em 2001, veio a final escarpado pelo Ministério dos Transportes e da cidade no que diz respeito à segurança, obras civis e equipamentos, que permite que você comece com a desapropriação das áreas abrangidas pelos estaleiros de trabalho.

Em outubro de 2002, a Minimetrò S.p.A. aprovada a versão final do projeto de Minimetrò, mas continuam a sofrer algumas alterações para uma melhor adaptação ao contexto urbano que a rodeia.

Em 2003, início da construção do metrô de superficie, que será concluído 5 anos depois, em janeiro de 2008.

Todo o projeto teve um custo final de 98 milhões de euros, excluindo o IVA, o custo diário de operação e manutenção corresponde a cerca de 25.000 €.

Inauguração[editar | editar código-fonte]

Em 29 de janeiro de 2008, no dia de São Constâncio (um dos três padroeiros de Perugia), foi a inauguração do primeiro do seu género em Itália.

Na presença das maiores autoridades municipal, regional e nacional, o arquiteto Jean Nouvel, autor do projeto, e os prefeitos das cidades geminadas com Perugia, uma multidão de mais de 30.000 pessoas foram capazes, pela primeira vez de ver este inovador embarque de meio transporte.

Durante a primeira semana do ano (fevereiro 2008), as medições revelaram que cerca de 10.000 pessoas por dia foram realizadas através da escadas rolantes da Estação Pincetto da Minimetrò.

Futuro desenvolvimento da linha[editar | editar código-fonte]

Nos próximos anos, a rede será expandida por ligar para Pincetto ao quarteirão de Monteluce e há Estação FCU di Sant'Anna (será totalmente subterrânea).

É também estudar uma nova seção que vai ligar a estação Pian di Massiano ao hospital Silvestrini.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]