Meyer Prinstein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Meyer Prinstein
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade salto em distância, salto triplo
Nascimento 22 de dezembro de 1878
Szczuczyn, Polônia
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Falecimento 10 de março de 1925 (46 anos)
Nova York, Estados Unidos
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Paris 1900 salto triplo
Ouro St. Louis 1904 salto triplo
Ouro St. Louis 1904 salto em distância
Prata Paris 1900 salto em distância

Meyer (ou Myer) Prinstein (nome de batismo: Mejer Prinsztejn) (Szczuczyn, Polônia, 22 de dezembro de 1878Nova York, 10 de março de 1925) foi um atleta norte-americano, campeão de saltos em dois Jogos Olímpicos.

Pristein nasceu na Polônia em 1878 e seus pais, Jacob e Julia,[1] emigraram para os Estados Unidos em 1883, estabelecendo-se em Nova York. Logo mudaram-se para outra cidade do estado, Syracuse, onde Meyer cresceu. Terceiro de nove filhos, ele entrou para a universidade onde foi o capitão da equipe de atletismo, formando-se como advogado.

Em julho de 1898, aos 19 anos, ele quebrou o recorde mundial do salto em distância, com a marca de 7m23. Batida por dois outros atletas no ano seguinte - um deles o futuro campeão olímpico Alvin Kraenzlein, com quem teve grandes duelos - ele a reconquistou em 1900, atingindo 7m50.[2]

Jogos Olímpicos[editar | editar código-fonte]

Meyer Prinstein ganhou a medalha de prata do salto em distância nos Jogos Olímpicos de Paris, em 1900, perdendo o ouro para Kraenzlein após ter a permissão negada de competir no domingo pelos diretores da Universidade de Syracuse, mesmo sendo judeu.[3] No dia seguinte, ele conquistou a medalha de ouro no salto triplo, derrotando o campeão dos Jogos de Atenas - e primeiro homem a conquistar uma medalha de ouro em Olimpíada - James Connolly.

Printzen no salto em distância em St. Louis 1904.

Quatro anos depois, nos Jogos Olímpicos de St. Louis, Prinstein venceu o salto triplo e o salto em distância no mesmo dia, o único atleta a vencer os dois saltos nos mesmos Jogos até hoje.[2] Em St. Louis ele também competiu nas provas dos 400 m rasos e nos 60 m, sem contudo conseguir medalhas.

Ele também participou dos Jogos não oficiais de Atenas, em 1906, e venceu o salto em distância, derrotando o recordista mundial irlandês Peter O'Connor. O único juiz da competição era o diretor da equipe norte-americana, Matthew Halpin, o que causou protestos de O'Connor. Mesmo com ele reclamando das decisões do árbitro, a competição prosseguiu sem que os resultados fossem anunciados. Apenas no final Prinstein foi proclamado vencedor, com a distância conseguida em seu primeiro salto.[4]

Fim da carreira[editar | editar código-fonte]

Meyer Prinstein não voltou a competir depois de 1906, indo viver no bairro de Queens, em Nova York, praticando a advocacia e tornando-se um homem de negócios. Morreu de problemas no coração em 1925, no Hospital Mount Sinai.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Registro de casamentos de Szczuczyn, 1870
  2. a b SportsReference: MeyerPrinstein
  3. Na época, os estabelecimentos de ensino cristãos, proibiam a seus alunos atividades físicas no domingo, dia santo.
  4. The King of Spring - The Life and Times of Peter O'Connor. Mark Quinn. ISBN 1-904148-52-2

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Greenberg, Stan. Olympic Games: The Records. London: Guinness Books, 1987. ISBN 0-85112-896-3.
  • Kieran, John. The Story of the Olympic Games; 776 B.C. to 1976. Philadelphia and New York: J.B. Lippincott Company, 1977. ISBN 0-397-01168-7.