Miúcha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miúcha
Miúcha em 2011, na reinauguração da
Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo.
Informação geral
Nome completo Heloísa Maria Buarque de Hollanda
Nascimento 30 de novembro de 1937 (77 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Bossa nova, samba, MPB
Instrumento(s) voz
Período em atividade 1975presente

Heloísa Maria Buarque de Hollanda (Rio de Janeiro, 30 de novembro de 1937), mais conhecida como Miúcha, é uma cantora e compositora brasileira.

Miúcha é filha de Sérgio Buarque de Holanda (1902-1982), historiador e jornalista brasileiro, e de Maria Amélia Cesário Alvim (1910-2010), pintora e pianista. É também irmã do cantor e compositor Chico Buarque e das também cantoras Ana de Hollanda e Cristina Buarque. É mãe da cantora Bebel Gilberto, fruto de seu casamento (já desfeito) com o compositor João Gilberto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Heloisa Maria Buarque de Hollanda nasceu no Rio de Janeiro em 30 de novembro de 1937, mas sua família mudou-se para São Paulo quando ela tinha apenas 8 anos.[carece de fontes?] Ainda criança formou um conjunto vocal com seus irmãos, incluindo Chico Buarque[1] .

Em 1960, mudou-se para Paris onde estudou História da Arte na École du Louvre. Em viagem de férias fez uma excursão com amigos para a Grécia, Itália e França. Em Roma, no bar La Candelária, conheceu a cantora chilena Violeta Parra, através de quem conheceu o cantor baiano João Gilberto, tendo com ele se casado e tendo uma filha, também cantora, Bebel Gilberto[1] .

Em 1975 fez sua primeira gravação profissional como cantora no disco The Best of Two Worlds de parceria de João Gilberto e Stan Getz. Após este lançamento, Miúcha tornou-se parceira de Tom Jobim em dois discos, de 1977 e 1979, e fez parte do espetáculo organizado por Aloysio de Oliveira junto com Vinicius de Moraes, Tom Jobim e Toquinho. O espetáculo ficou em cartaz durante um ano no Canecão, Rio de Janeiro, seguiu para apresentações internacionais na América do Sul e na Europa, e deu origem a gravação Tom, Vinícius, Toquinho e Miúcha gravado ao vivo no Canecão (RCA Victor, 1977)[2] .

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Miúcha & Antônio Carlos Jobim (1977) RCA Victor LP
  • Tom/Vinicius/Toquinho/Miúcha' - Gravado ao vivo no Canecão (1977) Som Livre LP, CD
  • Os Saltimbancos (1977) Phonogram/Philips Records LP, CD
  • Miúcha & Tom Jobim (1979) RCA Victor LP
  • Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Toquinho e Miúcha - Musicalmente ao vivo na Itália (1979)
  • Miúcha (1980) RCA Victor LP
  • Miúcha' (1989) Warner/Continental LP
  • Vivendo Vinicius ao vivo Baden Powell, Carlos Lyra, Miúcha e Toquinho (1999) BMG Brasil CD
  • Rosa amarela (1999) BMG Brasil CD
  • Miúcha.compositores (2002) Biscoito Fino CD
  • Miúcha canta Vinicius & Vinicius - Música e letra (2003) Biscoito Fino CD
  • Miúcha Outros Sonhos (2007) Biscoito Fino
  • Miúcha com Vinícius/Tom/João(2008) Sony & BMG

Referências

  1. a b Albin, Cravo, "Miúcha", Dicionário da Música Popular Brasileira, http://www.dicionariompb.com.br/miucha/biografia .
  2. Albin, Cravo, "Miúcha", Dicionário de Música Popular Brasileira, http://www.dicionariompb.com.br/miucha/dados-artisticos .

Ver também[editar | editar código-fonte]