Michael Frater

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Frater
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade 100 m
Nascimento 6 de Outubro de 1982 (31 anos)
Manchester, Jamaica
Nacionalidade Jamaica jamaicano
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Pequim 2008 4x100 m
Ouro Londres 2012 4x100 m
Campeonatos Mundiais
Ouro Berlim 2009 4x100 m
Ouro Daegu 2011 4x100 m
Prata Helsínque 2005 100 m
Jogos Pan-Americanos
Ouro Santo Domingo 2003 100 m
Bronze Santo Domingo 2003 4x100 m
Jogos da Commonwealth
Ouro Melbourne 2006 4x100 m
Prata Manchester 2002 4x100 m

Michael Frater (Manchester, 6 de outubro de 1982) é um velocista jamaicano, especialista em provas 100 metros rasos e revezamentos.

Entre suas principais conquistas estão o bicampeonato olímpico em Pequim 2008 e Londres 2012 e o bicampeonato mundial em Berlim 2009 e Daegu 2011, sempre integrando o revezamento 4x100 m jamaicano. Ele também tem uma medalha de ouro em Jogos Pan-Americanos, individualmente nos 100 m rasos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Frater conseguiu proeminência internacional no atletismo através do Jogos da Commonwealth, onde conquistou as medalha de prata na edição de 2002 deste evento da Comunidade Britânica, e conquistaria o ouro na edição de 2006.

Nos Jogos Pan-Americanos de 2003, em Santo Domingo, ele chegou em segundo nos 100 m e em quarto com a equipe da Jamaica no revezamento 4x100 m. Entretanto, dias depois os testes do velocista norte-americano Mickey Grimes, vencedor dos 100 m e integrante do revezamento americano, indicaram a presença de efedrina em seu organismo, substância banida pela IAAF, o que causou sua desclassificação e suspensão, ficando o ouro dos 100 m com Frater e o bronze com a equipe jamaicana integrada por ele.[1]

Sua primeira grande conquista num evento global foi a medalha de prata nos 100 m do Campeonato Mundial de Atletismo de 2005, em Helsinque, Finlândia.[2] Três anos depois, Frater fez parte da equipe jamaicana em Pequim 2008 nos 4 x 100 metros estafetas, onde foram quebrados os recordes mundiais e olímpicos da modalidade. Ele também conquistou a medalha de ouro nos Jogos da Commonwealth de 2006 e a de prata em 2002. Sua melhor marca em corridas de 100 metros rasos é de 9s97.[3]

Em Londres 2012 conquistou o bicampeonato olímpico, ao lado de Usain Bolt, Nesta Carter e Yohan Blake no mesmo revezamento, que mais uma vez estabeleceu um novo recorde mundial para a modalidade, 36,84s.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. PAN AMERICAN GAMES; Sprinter Tests Positive, Costing U.S. Two Golds. The New York Times. Página visitada em 16/08/2012.
  2. 100 Metres - M FINAL. IAAF. Página visitada em 16/08/2012.
  3. 100 Metres All Time. IAAF (16 de agosto de 2008). Acessado em 17-03-2009.
  4. Men's 4 x 100m Relay. london2012.com. Página visitada em 16/08/2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]