Michael Kamen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Kamen
Informação geral
Nome completo Michael Arnold Kamen
Nascimento 15 de abril de 1948
Origem Nova York, Nova York
País  Estados Unidos
Data de morte 18 de novembro de 2003 (55 anos)
Gênero(s) Trilha Sonora
Ocupação(ões) Compositor
Maestro
Arranjador
Período em atividade 1971 - 2003

Michael Arnold Kamen (Nova Iorque, 15 de abril de 1948 - Londres, 18 de novembro de 2003)[1] foi um compositor, maestro e arranjador. Kamen estudou na Escola de Música e Arte de Nova York e rapidamente se tornou um dos músicos mais procurados de Hollywood.

Começou a destacar-se com o grupo New York Rock'n'Roll Ensemble, que nos anos 60 ousou misturar música clássica e ritmos pop. Na década seguinte, serviu como diretor musical de vários balés e começou a trabalhar com trilhas sonoras.

A primeira longa metragem que trouxe o seu nome nos créditos foi o faroeste Zachariah, de 1971. Daí em diante, uma sucessão de projetos surgiram. Nos anos 80 participou de produções mais famosas, conduzindo e compondo as trilhas de Highlander (1986), Brazil (1985), Lethal Weapon (1987), As Aventuras do Barão Munchausen, Die Hard (1988) e Licence to Kill (1989), Die Hard 2 (1990), Hudson Hawk (1991) e The Last Boy Scout (1991), os três últimos sempre estrelados por Bruce Willis.

Sua primeira nomeação para o Oscar, dividida com Bryan Adams e Robert John "Mutt" Lange, foi em 1992 com a canção "(Everything I Do) I Do It For You", de Robin Hood: Prince of Thieves. Quatro anos mais tarde, ele voltaria a ser nomeado, desta vez por "Have You Ever Really Loved a Woman", da trilha de Don Juan de Marco, também em parceria com Adams e Lange.

Participou ainda de projetos em que misturava arranjos de orquestra sinfônica com música rock, indo do Rock Progressivo do Pink Floyd ao Heavy Metal do Metallica, cuja gravação "Call Of Ktulu" do álbum S&M valeu ao grupo o prêmio de melhor rock instrumental em 2001, no 43º Grammy Awards.

Também criou o tema principal do famoso desenho da década de 1990, X-Men: Animated Series.

Kamen sofria de esclerose múltipla e não resistiu a uma complicação cardíaca, morrendo no dia 18 de novembro de 2003 em um hospital de Londres, cidade onde morava com a esposa, Sandra, e duas filhas.

Michael Kamen trabalhou com cineastas como: Richard Donner, Terry Gilliam, John McTiernan e Stephen Herek. Ele colaborou ainda com o produtor americano Joel Silver. Seus sucessos incluem trabalhos com os Pink Floyd, David Gilmour e Roger Waters[2] (ele é uma das poucas pessoas que foram convidadas para trabalhar com os dois ex-membros do Pink Floyd, após a sua amarga separação), bem como o Queen, orquestração em "Who Wants to Live Forever". Michael também compôs a trilha sonora do filme X-Men - O Filme em 2000.

Referências

  1. Michael Kamen, 55, Award-Winning Composer (em inglês) The New York Times (20 de novembro de 2003). Visitado em 18 de novembro de 2013.
  2. Mabbett, Andy. The complete guide to the music of Pink Floyd (em <código de língua não-reconhecido>). Londres: Omnibus, 1995. 150 pp. ISBN 0-7119-4301-X.