Michelle McCool

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.
Michelle McCool
Nome(s)
no ringue
Michelle McCool
Altura 1,78 m[1]
Peso 61 kg[2]
Nascimento 25 de janeiro de 1980 (34 anos)[2]
Palatka, Flórida[1]
Anunciado de Palatka, Flórida[1]
Treinado por DSW staff[2]
Finlay[2]
Estreia 18 de novembro de 2004[2]
Aposentadoria 2 de Maio de 2011

Michelle Leigh McCool[2] (nascida em 25 de janeiro de 1980[3] ) é uma wrestler profissional norte-americana retirada. Conhecida pelo seu trabalho na WWE.

McCool originalmente começou trabalhando como professora do ensino médio em Palatka, Flórida. Participou da WWE ao participar do WWE Diva Search 2004. Em seu papel inicial na empresa atuou como uma personal trainer e wrestler ocasional. Atuou também como manager de KC James e Idol Stevens, que ficaram conhecidos coletivamente como The Teacher's Pets, já que McCool atuou em um papel de professora durante o período. No The Great American Bash 2008, derrotou Natalya e inaugurou o WWE Divas Championship, mantendo o título por aproximadamente cinco meses. Ganhou então no The Bash 2009 o WWE Women's Championship sendo a primeira diva a ter ganhando ambos os WWE Divas e Women's Championship. No Night of Champions 2010, unificou ambos os títulos, se tornando também a primeira diva a ter unificado-os. No total, McCool teve 4 reinados em geral.

Diva Search e treinamento (2004-2006)[editar | editar código-fonte]

McCool veio à World Wrestling Entertainment (WWE) como uma concorrente no WWE Diva Search 2004, perdendo para Christy Hemme. Embora tenha sido eliminada, assinou um contrato de três anos com a WWE. Mais tarde ela estreou na SmackDown como uma wrestler face, desempenhando uma "personal trainer" gimmick. Lutou em seu primeiro combate no SmackDown!, fazendo parceria com The Big Show derrotando Dawn Marie e René Duprée em 03 de março de 2005. Na semana seguinte, Michelle foi atacada por Dawn Marie o que ocasionou uma luta na SmackDown! seguinte, onde Michelle foi derrotada em sua primeira luta individual. Em junho McCool envolveu-se na feud entre MNM e Heidenreich quando ela defendeu Heidenreich de ataques verbais de Melina, manager da MNM. Em uma luta Melina derrotou McCool fixando-a com o auxílio ilegal das cordas. Após a luta, a MNM realizou seu finisher, o Snapshot, em McCool.

McCool foi então enviada para uma das instalações de desenvolvimento da WWE, a Deep South Wrestling (DSW), onde ela lutava, fazia entrevistas, segmentos e comentários. Enquanto na DSW, ela foi hospitalizada depois de ter uma reação alérgica a um medicamento prescrito e foi temporariamente afastada para se recuperar. McCool perdeu uma luta para Angel Williams em setembro, e não apareceu em uma revanche programada para a semana seguinte. Eventualmente, ela começou a treinar em outro território de desenvolvimento da WWE, Ohio Valley Wrestling (OVW). Enquanto na OVW, ela passou a ser manager da dupla de Amish Roadkill e KC James.

Retorno e The Teacher's Pets (2006-2007)[editar | editar código-fonte]

Ela retornou a SmackDown! em 02 de junho de 2006, nesse tempo de trabalho como vilã caracterizada pela gimmick de uma "professora sexy", em relação a suas experiências da vida real. Após a sua chegada, ela alinhou-se com Kristal Marshall para uma feud com Jillian Hall e Ashley Massaro. Esta rivalidade levou a uma luta Fatal Four-Way Bra and Panties The Great American Bash, na qual Ashley vence. A feud continua quando nos bastidores Ashley e Jillian tem uma briga com Michelle e Kristal por estas estarem falando mal de Ashley. McCool vence sua primeira luta individual no 28 de julho na edição do SmackDown!, derrotando Hall ao usar ilegalmente as cordas. Logo depois, McCool começou a atuar como valet para a equipe de KC James e Stevens Idol, que, devido à sua associação com eles, foram apelidados de "animais de estimação da professora"(The Teacher's Pet). O trio começou a rivalizar com Paul London e Brian Kendrick e sua valet Ashley, pelo WWE Tag Team Championship, mas nunca conquistaram o título. A feud terminou quando London e Kendrick venceram-nos em uma luta no No Mercy 2006 em Outubro. No dia 28 de novembro, McCool foi hospitalizada com um rim alargado, sendo liberada do hospital dia 02 de dezembro.

All-American Diva; Divas Champion (2007-2008)[editar | editar código-fonte]

McCool retornou no dia 30 de março, na SmackDown!, participando de uma luta de 10 Diva Tag Team, onde se uniu ao time de Melina contra o de Ashley. No dia 13 de abril, McCool teve seu turnou face, mais uma vez, quando salvou Ashley de um ataque de Jillian, o que culminou em uma feud entre Michelle e Jillian. As duas se enfrentaram três vezes, tendo Hall vencendo a primeira luta e Michelle as outras. Numa edição da Raw, McCool venceu o Memorial Day Bikini Beach Splash Battle Royal. Posteriormente, após entrar na feud de Torrie Wilson e Victoria, ao salvar Wilson de um ataque de Victoria, McCool a enfrenta na SmackDown do dia 17 de agosto, onde consegue vence-la. A rivalidade continua e McCool começa um romance com Chuck Palumbo, iniciando uma luta Mixed Tag Team onde Victoria e Kenny Dykstra os derrotaram.

McCool envolve-se em uma feud entre Palumbo e Jamie Noble, e posteriormente em dezembro na feud entre Layla e Victoria contra Kelly Kelly, onde McCool se une a Kelly em lutas tag team por vários meses. Depois de uma série de lutas entre os homens, Noble mostra estar apaixonado por McCool, ambos tem um encontro, após Noble derrotar Palumbo. Durante o enredo, Palumbo a acerta com uma cotovelada, levando-a a uma contusão. Após uma crise entre ambos, ela dissolve a parceria, não aceitando um pedido de desculpas de Palumbo.

Michelle McCool após ganhar o WWE Divas Championship.

em Julho de 2008.

Em março de 2008, Michelle passa a competir em uma série de provas com Victoria, Eve Torres, Maryse e Cherry para determinar a SmackDown! Top Diva, ou seja, a melhor diva da brand e que provavelmente seria a melhor opção para ser uma campeã feminina. McCool vence o concurso e na SmackDown! do dia 04 de abril é atacada por Victoria e sua nova parceira Natalya. Uma feud é iniciada entre McCool e Cherry contra Natalya e Victoria. Em 06 de junho, Natalya vence uma luta qualificatória para ser concorrente pelo WWE Divas Championship, posteriormente Michelle vence a outra luta e ambas iniciam uma feud que culmina No The Great American Bash no dia 20 de julho de 2008, onde McCool a vence para se tornar a primeira WWE Divas Champion.


O título estava inaugurado na SmackDown!, em agosto, Michelle se une a Maria. Aos poucos, Maryse e Michelle começam a ter um atrito que ocasiona em uma feud, onde McCool defende seu título contra Maryse no Unforgiven 2008 e logo após, em uma revanche. Até que Maria se torna concorrente pelo título, e após vários desentendimentos entre a dupla, McCool consegue reter seu título contra Maria. Os desentendimentos continuam, incluindo ataques de McCool contra Maria. Na SmackDown! do dia 26 de dezembro, McCool é derrotada por Maryse e perde seu título, na luta, onde, Maria estava como juíza especial. McCool se torna heel quando acaba a atacando, culpando-a pela derrotada por ter inveja.


Várias feuds, LayCool e retiro (2009-2011)[editar | editar código-fonte]

Nas semanas seguintes, McCool atacou também Eve Torres, após fingir um pedido de desculpa a Maria. Também ataca Victoria, após as duas perderem uma luta para The Bella Twins, o que resulta numa luta na semana seguinte, sendo a última luta de Victoria na empresa, onde acaba sendo derrotada por McCool. A onda de vitórias continua, quando McCool vence Eve na sua luta de estréia, e termina quando Maria consegue vence-la com ajuda de Eve na semana seguinte. Logo após ela se une a sua ex-rival e agora Divas Champion Maryse contra Maria e Eve. McCool também se intromete na feud entre Maryse e a WWE Women's Champion Melina, quando ataca Melina após ela ter atacado Maryse. Após a Women's Champion e Maria a derrotarem junto com Maryse em uma luta tag team, McCool e Maryse acabam brigando. O que culmina na revanche pelo título, onde a ex-diva Gail Kim aparece e atacam ambas, interrompendo a luta. McCool novamente se une a Maryse como dupla contra as faces da SmackDown!

Na Wrestlemania XXV, McCool e Mickie James se se eliminam ao mesmo tempo na 25 Diva Battle Royal. A 'pequena rivalidade inter-brand' culmina na Draft de 2009, onde McCool se une a Natalya e Maryse para formar o time SmackDown contra o time da Raw, formado pela Women's Champion Melina, Kelly Kelly e Mickie James, o time da SmackDown! consegue a vitória, após McCool aplicar seu finisher em James. Durante a draft, Melina e seu respectivo título foram para a SmackDown.

McCool tendo como manager Alicia Fox derrotou Gail Kim no dia 22 de maio, gravação da SmackDown para se tornar concorrente pelo Women's Championship de Melina. A feud continua em lutas de tag team, segmentos e ataques. Um mês depois, no The Bash 2009, McCool com ajuda de Alicia Fox derrota Melina para conquistar o Women's Championship. Como resultado, ela se tornou a primeira mulher a vencer ambos campeonatos: Divas Championship e Women's Championship. Durante uma revanche em 26 de julho no Night of Champions, McCool, mais uma vez derrotou Melina para manter o título. Durante a feud, McCool começa a se unir a Layla, acompanhando-a até em uma luta contra Melina, na qual ela vence com sua ajuda. A aliança se fortifica durante a feud com Mickie James, que começa quando, James, em sua estréia na SmackDown!, defende as divas da Raw no Bragging Rights durante uma conversa, entre McCool e Chris Jericho. As brigas continuam, até que McCool ataca James por esta estar acima do peso, apelidando-a de 'Piggie James', o que resultou em uma luta de eliminação entre 10 divas em uma tag-team no Survivor Series, na qual que seu time perdeu. Mickie James tornou-se então concorrente para o campeonato de McCool que a derrota, com ajuda de Layla, no TLC: Tabelas, Ladders & Chairs retendo seu título com sucesso.

McCool perdeu o Women's Championship de Mickie James no Royal Rumble, com a partida não durando mais que 20 segundos.

Na Elimination Chamber, Gail Kim e Maryse deveriam se enfrentar para a vaga Divas Championship, no entanto, Vickie Guerrero mudou a luta para um combate de tag team com Gail e Maryse competindo contra Team LayCool (Michelle McCool e Layla). Gail foi pinned por McCool após um FaithBreaker.

Ela recuperou o WWE Women's Championship na edição de 26 de fevereiro Friday Night Smackdown. Vickie Guerrero foi a mediadora que, mais tarde, interferiu, custando o título de Mickie James no campeonato.

Ela enfrentou Beth Phoenix para o campeonato de WWE Women's para um jogo no Extreme Rules em que ela perdeu.

No Smackdown do dia 18 de Maio, ela foi anunciada Co-Women's Champion, juntamente com Layla, por ter participado de uma 2-on-1 handicap match pelo título que Layla venceu.

No Night of Champions 2010 Michelle McCool derrotou Melina em uma Lumberjill Match pelo Women's Championship e Divas Championship, assim Unificando o WWE Women's Championship e o Divas Championship juntamente com Layla, já que Layla é considerada a real Women's Champion. Michelle McCool se tornou então a primeira WWE Unified Divas Champion.Um tempo depois,no Survivor Series (2010) ,McCool e Layla perderam o Divas Championship para Natalya em uma 2-on-1 Handicap Match. Apos a luta, BEth veio ao ring e atacou LayCool.

No TLC do mesmo ano (2010), LayCool foram derrotadas por Beth Phoenix e Natalya em um a TLC(Tables, Ladders & Chairs) pelo Divas Championship

No Royal Rumble de 2011, estava marcado uma 2-on-1 Hanpicap Match, entre Laycool vs Natalya pelo WWE Divas Championship, na qual o GM anômino da RAW, estipulou a luta em um Fatl Four Way, onde a 4ª participante era Eve Torres. Uma das polêmicas dessa luta foi o pinfal dado por Michelle em Natalya e Eve em Layla, na qual o juiz considerou o de Eve, que se sagrou Divas Championship apos um Moonsault em Layla.

Na Wrestlemania XXVII Layccol foram derrotas por Nicole "Snooki" Polizzi, Trish Stratus e John Morrison.

Nos últimos shows da Smackdown, Laycool vem tendo desentendimentos, na qual causa o fim da Team e uma luta no Extreme Rules de 2011, onde a perdedora iria deixar a WWE, McCool foi derrotada e não só abandonou a WWE mas também o wrestling. McCool se despediu de seus fãs via Twitter:

"Obrigado pelo carinho, gente. Eu sei que irão haver boatos, mas agora foi o fim... de verdade. Adoro todos vocês!

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Antes e durante o ensino médio, McCool jogou softball. Ela também jogou a primeira base no Community College Pasco-Hernando. McCool mais tarde recebeu seu mestrado em Liderança Educacional da Florida State University(Universidade do Estado da Flórida). Antes de se tornar profissional de wrestling, ensinou ciência para sétima série por quatro anos em Palatka, Florida. Ela também competiu na National Physique Comittee, concursos de fitness. Ambos os pais também trabalham na educação, sua mãe é professora e seu pai é um superintendente. Ela tem um irmão mais velho, que jogou futebol na Universidade de Cincinnati [29].

McCool casou-se com Jeremy Louis Alexander, que ela começou a namorar na escola. O casal se divorciou em 2006 .

McCool é cristã. Seus trajes de wrestling incorpora cruzes cristãs. Pelo menos um dos seus movimentos, o Faith Breaker, tem um nome relacionado com as suas crenças cristãs.

Ela teve vários ferimentos relacionados ao o wrestling; em novembro de 2007, ela fraturou o nariz durante uma excursão da WWE no exterior após um clothesline de Victoria . Ela foi internada duas vezes, teve duas costelas quebradas, um esterno quebrado, e um processo xifóide quebrado .

Ela se casou em junho de 2010 com Mark Calaway (Undertaker), com quem namorava há anos. O casamento aconteceu em Houston, Texas e contou com a presença de suas amigas Victoria, Torrie Wilson e Sharmel.

Num evento da FCW foi anunciado que estava à espera de um filho fruto da sua relaçao com Mark Calaway (Undertaker).

No Wrestling[editar | editar código-fonte]


[9]

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

  • PWI a colocou como #9 das 50 melhores wrestlers femininas de 2008.[10]
  • PWI a colocou como #8 das 50 melhores wrestlers femininas de 2009.
  • PWI a colocou como #1 das 50 melhores wrestlers femininas de 2010.

Referências

  1. a b c Bio de Michelle McCool. Página visitada em 2007-05-17.
  2. a b c d e f Perfil de Michelle McCool. Página visitada em 2008-04-14.
  3. My Florida County - Marriage License. Página visitada em 2008-05-19.
  4. Burdick, Michael (May 8, 2009). Results:Reserving Judgment World Wrestling Entertainment. Página visitada em September 27, 2009.
  5. McCool, Michelle (June 6, 2008). Faith, Heart & Soul, No. 16 World Wrestling Entertainment. Página visitada em September 2, 2008.
  6. Burdick, Michael (January 9, 2009). Results:Lost in Jeopardy World Wrestling Entertainment. Página visitada em September 27, 2009.
  7. a b c d Elliot, Brian (July 27, 2009). Night of Champions report SLAM! Wrestling. Página visitada em July 27, 2009.
  8. Trionfo, Richard (April 4, 2009). SmackDown Report Pro Wrestling Insider. Página visitada em September 27, 2009.
  9. Van Der Griend, Blaine (June 27, 2009). Smackdown: McMahon meddling detracts from good show SLAM! Wrestling. Página visitada em September 27, 2009.
  10. The PWI Female 50 Rankings: Who Is The Top Women's Wrestler In The World? (2008-09-18). Página visitada em 2008-09-19.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]