Microsporângio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Detalhe do cone masculino de uma Cicadácea (Cycas circinalis).

Em botânica, chama-se microsporângio ao órgão masculino das plantas espermatófitas, onde são produzidos os micrósporos - que contêm ou dão origem aos gâmetas masculinos, também chamados anterozóides1 .

Esta designação provém do facto dos gâmetas masculinos e do próprio gametófito, o grão de pólen, serem muito menores que o feminino, o ovário, que por essa razão se chama megasporângio.

Nas angiospérmicas, as plantas que produzem flores, a antera é o microsporângio, uma vez que produz esporos diplóides - os grãos de pólen - onde, por meiose, se formam os anterozóides.

Nas gimnospérmicas, como os pinheiros, que não têm verdadeiras flores, os microsporângios desenvolvem-se nas folhas modificadas (ou "escamas") dos cones masculinos, normalmente menores que os femininos que, por isso, tomam o nome de microstróbilos. Os cones femininos, as pinhas, chamam-se megastróbilos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.