Microsseguro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde janeiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Microsseguro é uma modalidade de seguro destinada aos consumidores de baixa renda.

Conceito[editar | editar código-fonte]

A definição clássica de microsseguro é apresentada pelo "Consultative Group to Assist the Poorest Working Group on Microinsurance" (CGAP), um dos mais ativos grupos na divulgação e pesquisas sobre o tema:

"Microsseguro é a proteção da população de baixa renda contra perigos específicos em troca de pagamentos regulares de prêmios proporcionais à probabilidade e custo do risco envolvido." (CHURCHILL 2006:12)

Aqui se encontram as principais características do microsseguro: a população de baixa renda como alvo, oferecendo proteção a riscos específicos (determinados nas condições da apólice), tendo como contraprestação a esta proteção o pagamento de certa quantia, o "prêmio", que por sua vez deverá guardar uma relação de proporcionalidade com relação às chances de o risco segurado ocorrer, mais custos.

Há, actualmente no mercado mundial, uma tendência de se perceber o microsseguro sob dois pontos de vista diferentes: um focado em estender proteção social para os pobres, de forma a amenizar a desigualdade social; outro, focado em oferecer um serviço financeiro essencial para as famílias de baixa renda ao desenvolver um modelo de negócios apropriado que permita que os pobres se tornem em um segmento de mercado rentável para o seguro comercial. Estes dois pontos, entretanto, não se excluem mutuamente, o que significa que seria possível uma abordagem comercial com responsabilidade social.

Características[editar | editar código-fonte]

  • Direcionado para pessoas de baixa renda
  • Relevantes para a realidade do segurado
  • Amplamente inclusivo, com poucas exclusões
  • Documentação de fácil acesso para reclamação de sinistro
  • Apólices com condições simples e fáceis de entender
  • Produtos massificados (Precificação baseada no coletivo)
  • Baixo valor máximo segurado
  • Prêmios de baixo valor
  • Flexibilidade de pagamento de prêmio
  • Esforço para criar cultura de seguro no cliente
  • Canais alternativos de venda

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CHURCHILL, Craig (ed.). Protecting the poor: A microinsurance compendium. Geneva: International Labour Office, Munich Re Foundation, 2006. 654 p.
  • IAIS. Issues in regulation and supervision of microinsurance. Basel: International Association of Insurance Supervisors, 2007. 56 p.
  • ILO. Identifying good and bad practices in microinsurance: The development and dissemination of practical guidelines to expand the availability of insurance to the poor. International Labour Office, 2003. 10 p.
  • MATOS, Dario Oliveira de. O Microsseguro (ou Seguro Popular) e o Brasil. In: Revista Brasileira de Risco e Seguro. Edição V.3 - nº 6 - Outubro 2007/Março 2008. Disponível em <http://www.rbrs.com.br/paper/_download/RBRS6-2%20Dario%20Oliveira.pdf>. Acesso em 18/12/2007.
  • MATOS, Dario Oliveira de. Microsseguros: Oportunidades, Inserção Social e o Brasil. Palestra ministrada em 26 de novembro de 2007 na FUNENSEG, em São Paulo, dentro do "Curso avançado de Resseguro".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.