Midríase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde julho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Midríase
Uma pupila anormalmente dilatada.
Classificação e recursos externos
CID-10 H57.0
CID-9 379.43
DiseasesDB 8603
Star of life caution.svg Aviso médico

Midríase é a dilatação da pupila em função da contração do músculo dilatador da pupila. Seu contrário, ou seja, a contração da pupila, é conhecida como miose.

A dilatação do diâmetro pupilar pode ser produzida por algumas drogas, como por exemplo atropina. Pode ser um dos efeitos colaterais ao uso de remédios para a síndrome do pânico. Também pode ser causada pelo abuso de substâncias como anticolinérgicos, cocaína, álcool, lsd e outras drogas.

A midríase pode estar relacionada a lesões cerebrais, como por exemplo lesões do tronco encefálico. Em acidentes de trânsito, é um dos indicadores de possíveis lesões cerebrais.

É comumente obervada em bovinos a caminho do abate, devido à descarga de adrenalina que os animais tem face à morte iminente.

Em situações que não envolvem risco de morte, a dilatação das pupilas é popularmente conhecida como sinal de interesse amoroso.

Ver também[editar | editar código-fonte]