Migas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Migas alentejanas de pão com entrecosto de porco frito.
Migas murcianas.

As migas (por vezes chamadas em Espanha migas de pastor) são um prato típico de algumas regiões da Península Ibérica, principalmente do centro e do sul, nomeadamente do Alentejo, em Portugal, e da Mancha, Múrcia, Andaluzia, Estremadura e Aragão, em Espanha. As migas mais comuns são confecionadas à base de pão, mas também existem migas de batata no Alentejo e de farinha (gatxamiga em catalão ou gachamiga em espanhol) no sudeste da Península Ibérica.

São frequentemente descritas como um prato de pastores, que aproveita sobras de pão duro. Supõe-se que possam ter origem no cuscuz do Norte de África.

Características[editar | editar código-fonte]

Na sua versão mais simples, as migas são confeccionadas refogando pedaços de pão duro previamente humedecidos em água em azeite ou banha com alho até que fiquem dourados. No caso das migas de batata, em vez de pão são usadas batatas cozidas, que se vão desfazendo enquanto são refogadas.

No Alentejo, não é hábito misturar-se o que quer que seja com o pão ou batata no próprio recipiente em que se faz o refogado, sendo acompanhadas com carne ou de porco frita, usualmente toucinho, entrecosto ou ambos, e, por vezes, também figos ou uvas.

Em Espanha os acompanhamentos podem ser muito mais variados e misturados no recipiente do refogado. Torresmos, ovos, chouriços e pimentos fritos, sardinhas, pepino, etc. são ingredientes comuns. Há ainda migas doces, as quais podem incluir melão, uvas ou chocolate.

Tipos de migas[editar | editar código-fonte]

Migas andaluzas.
Migas ruleras ou manchegas.
  • Migas manchegas ou ruleras — Típicas da Mancha, são confeccionadas com pão duro posto de molho em água durante pelo menos duas horas, azeite, linguiça, toucinho e outras carnes de porco. É usual misturar o pão molhado com um pouco de farinha. No azeite usado para fritar os alhos e as carnes deita-se uma massa de pão demolhado e escorrido, que, com lume brando vão-se virando até que fiquem "bem desmigadas" e "melosas". Chamam-se ruleras porque quando ficam prontas rolam nas superfícies inclinadas. Outros dizem que o nome vem do facto de requerem muitas voltas para serem cozinhadas. É comum comerem-se acompanhadas com fruta, como uvas, romã ou melão.
  • Migas aragonesas — Era um prato tipicamente rural. São feitas com pão duro, chouriço, toucinho fresco de porcom cebola, alho, pimentão doce, sal e azeite. Servem-se acompanhadas com uvas.
  • Migas andaluzas — Fazem-se com pão duro, azeite e alhos, a que muitas vezes se juntam erva-doce e tiras de toucinho fritas (torreznos). Podem ser acompanhadas de pepino, azeitonas ou rabanetes. Também se podem fazer doces adicionando leite ou chocolate. Tradicionalmente era um prato principal nos meios rurais. É um refogado simples de alho, tomate, pimento e cebola a que se junta, para aproveitá-lo, o pão duro. Nas suas origens, as migas eram preparadas nos locais de trabalho. Na serra de Cádiz era um prato simples e rápido preparado pelos homens, comum entre os corticeiros durante a recolha da cortiça, dos ceifeiros e dos pastores. As migas eram cozinhadas numa sertã e uma vez prontas os trabalhadores sentavam-se à volta da sertã e dela comiam com colheres.
  • Migas murcianas ou gachamigas — Ao contrário das restantes, são feitas com farinha, água, óleo (de preferência azeite) e sal. Usualmente mistura-se linguiça, salsicha, ñora (ou nyora em catalão) ou toucinho. Tipicamente acompanham-se com fruta, como uva, laranja, romã ou então cebola ou azeitonas. Na zona de Archena é comum serem acompanhadas de acelgas, sardinhas ou saladas. É um prato mais comum no inverno, para dias de chuva e de matança de porco nas vésperas do Natal.
Preparação de migas.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Migas
  • Migas de Almeria — Fazem-se com trigo ou sémola e são acompanhadas de sardinhas, anchovas, bacalhau, pimentos fritos, tomates secos. tomates picados, beringelas fritas, tajás (pedaços de carne de porco magra, lombo e toucinho fritos), chouriço e asendría e morcela frita. Pode ainda ser acompanhada com uvas, romãs, favas, rabanetes, azeitonas, alhos frescos, etc.
  • Migas estremenhas — Elaboram-se como na Andaluzia e na Mancha e geralmente acompanham-se com toucinho, chouriço, pimentos, sardinhas, etc.

Fonte[editar | editar código-fonte]