Mighty Final Fight

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde agosto de 2013).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mighty Final Fight
Capa da versão norte-americana.
Desenvolvedora Capcom
Publicadora(s) Capcom
Distribuidora Capcom
Designer Tokuro Fujiwara
Compositor(es) Setsuo Yamamoto
Yuko Takehara
Plataforma(s) Nintendo Entertainment System
Data(s) de lançamento
    Gênero(s) Beat 'em up
    Modos de jogo Single-player

    Mighty Final Fight é um jogo eletrônico beat-'em-up side-scrolling originalmente lançado pela Capcom para Nintendo Entertainment System em 1993. O jogo é um spin-off de Final Fight, lançado em 1989 para arcade.

    Mas ao contrário do jogo original e suas ports de SNES, os personagens desta edição são retratados num estilo cômico infantil, conhecido como "super deformed" ou "chibi".

    O enredo do jogo segue o mesmo roteiro da história do primeiro jogo. Como um ports para SNES, Mighty Final Fight é um jogo single-player. No entanto, ao contrário das versões SNES, que mantém todos os três personagens jogáveis ​​da versão arcade. O jogo também tem vários recursos não vistos no jogo Final Fight até esse ponto, incluindo um sistema de pontos de experiência pontos que permite aos jogadores ganhar habilidades novas para as lutas.

    Mighty Final Fight foi re-lançado em 2006 na compilação Capcom Classics Mini-Mix para o Game Boy Advance.

    Enredo[editar | editar código-fonte]

    Mighty Final Fight segue a mesma premissa que o Final Fight original. A gangue Mad Gear, a gangue de rua dominante de Metro City, seqüestraram a filha do o prefeito Mayor Haggar's, Jessica. Após Haggar ser informado de seu seqüestro, ele decide ir resgatá-la junto com seus dois amigos: Cody, namorado de Jessica, e Guy, parceiro de treinamento de Cody. A história é apresentada de uma forma mais cômica em comparação com o jogo original devido à sua natureza satírica. Por exemplo, o motivo de Belger para seqüestrar Jessica nesta versão é forçá-la a se casar com ele, tendo-se apaixonado por ela.[1]

    Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

    Ao contrário do jogo original de arcade, Mighty Final Fight só pode ser jogado por um único jogador. Mas, ao contrário dos ports para SNES, todos os três personagens principais do jogo da versão arcade estão presentes em uma única edição. O jogador pode escolher entre Cody, um lutador de rua que luta usando uma arte marcial que combina Karate e Boxe;[2] Guy, um mestre ágil de Ninjutsu;[3] ou Haggar, um ex-lutador profissional.[4] Os três personagens principais retêm quase todas as suas habilidades iguais a versão arcade, com algumas diferenças estéticas.

    O jogo introduz um sistema de nivelamento em que o jogador ganha pontos de experiência por derrotar os inimigos. O número de pontos de experiência concedidos depois de derrotar um inimigo depende dos golpes utilizados pelo jogador para derrotar os inimigos, os movimentos mais fortes dão mais pontos. Depois de acumular uma certa quantidade de pontos de experiência, o jogador irá se mover para o próximo nível, aumentando seu poder de ataque e vitalidade máxima. Existem seis níveis de habilidade no total: Cody e Guy começam o jogo no primeiro nível de habilidade, enquanto Haggar começa no Nível 3.[5] Quando o jogador atinge o nível 4, eles recebem um ataque adicional especial, que pode ser realizado pelo pressionando rápido do direcional para a esquerda ou direita enquanto pressiona o botão de ataque ao mesmo tempo.[6] O novo movimento que o jogador recebe varia entre cada personagem: Cody ganha o "Tornado Sweep" ataque que projeta energia, Guy recebe o "Tornado Kick" e o movimento extra de Haggar é o "Running Clothesline" (também conhecido como o "Scramble Haggar Press").[7]

    Habilidades fornecidas por itens também são destaque, e incluem itens de vitalidade, vidas extras e até mesmo o aumento das chances para continuar o jogo após o game over (o popular Continue).[8] Armas também podem ser obtidas, mas ao contrário da versão arcade, a arma que o jogador pode obter são dependentes do personagem. Cody pode pegar uma faca, Guy pode usar um conjunto de shurikens e Haggar pode utilizar um martelo de grandes dimensões.[9]

    O jogo consiste em cinco fases, bem como duas rodadas de bônus, onde o jogador vai encontrar contrapartes infantis dos membros da gangue Mad Gear do jogo original, incluindo os chefes, como Damnd (renomeado Thrasher na versão americana), Sodom (Katana) e Abigail.[10] [11] O chefe final é uma versão ciborgue de Belger.[12]

    Referências[editar | editar código-fonte]

    1. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 5.
    2. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 10.
    3. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 11.
    4. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 9.
    5. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 8.
    6. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 12.
    7. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 13.
    8. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 14.
    9. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 15.
    10. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 16.
    11. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Instruction manual, page 17.
    12. Mighty Final Fight. Capcom. Nível: Stage 5 - Bay Area.

    Links externos[editar | editar código-fonte]

    Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.