Mighty Mightor (série animada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mighty Mightor
O Poderoso Mightor (BR)
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Duração aprox. 6 minutos
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Exibição
Transmissão original 1967
Nº de temporadas 2
Nº de episódios 36

O Poderoso Mightor é um super-herói dos desenhos animados da Hanna-Barbera. As aventuras de Mightor dividiam o tempo com o desenho animado de Moby Dick (no original inglês, Moby Dick and the Mighty Mightor). Criado por Alex Toth, o show foi exibido pelo canal estado-unidense CBS de 1967 a 1969[1] .

A identidade secreta de Mightor era a do homem das cavernas Tor, que se transformava em super-herói graças ao poder de sua clava mágica. Ele também transformava seu mascote dinossauro Tog em uma fera voadora (Tog).

Mightor protegia o vilarejo onde morava junto com seus amigos: o chefe Pondo e seus filhos Sheera e Rok. Rok vivia se fantasiando de Mightor e sem poderes, se colocava constantemente em perigo junto com seu mascote, o pássaro Dodo Ork. Sheera também tinha seu próprio mascote, o mamute Bollo.

Origem[editar | editar código-fonte]

Na abertura de cada aventura era apresentada a seguinte narrativa:

"Durante uma caçada Tor e seu fiel companheiro Tog salvam um velho eremita. Em agradecimento o velho dá uma clava que possui grandes poderes. Tor levanta a clava e transforma-se no poderoso Mightor, assim como Tog num dragão que lança fogo. Juntos eles se tornam os defensores dos fracos e dos inocentes. O poderoso Mightor!"

Pode-se notar que há semelhanças entre o eremita e o Mago Shazam ambos mediadores de poderes fantásticos e mágicos. Assim, como Thor, quando possuía uma identidade secreta, Tor possui uma arma mágica que possibilita sua transmutação.

Poderes[editar | editar código-fonte]

Uma vez transformado no super-herói apresenta:

  • Força sobre-humana: uma força muito maior do que a de um ser humano normal e de outros monstruosos seres pré-históricos daquele período.
  • Resistência física sobre-humana: resistência a golpes fatais, avalanches, soterramentos, com manifestação de um surpreendente vigor durante longos períodos e aparente invulnerabilidade as formas de danos físicos relacionadas com fogo, frio, choques ou força extrema.
  • Voo: a capacidade de desafiar e naturalmente operar de forma independente da gravidade e impulsionar-se através do ar à vontade, tal qual o Superman. Consegue ainda flutuar e mudar da direção do voo.
  • Coragem sobre-humana: noção de perigo reduzida e capacidade aumentada para encarar os piores perigos imaginados com destemor.
  • Transformação física rápida: mudança instantaneamente da aparência física tornando-se de maior estatura e compleição física avantajada.
  • Comunicação direta com o seu animal-aliado: habilidade de conduzir estrategicamente o ataques de Tog, transformado num dragão voador cuspidor de fogo, contra os seus adversários.
  • Controle mágico de sua clava: através desta potente arma consegue gerar raios, desferir golpes poderosos ampliados, iniciar cataclismos de modo controlado como erupções, além de possibilitar outros encantamentos de ataque misteriosos e desconhecidos.

Dubladores[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

  • Mightor: Paul Stewart
  • o jovem Tor (alter-ego de Mightor): Bobby Diamond
  • Tog: John Stephenson
  • Chefe Pondo: John Stephenson
  • Sheera: Patsy Garrett
  • Pequeno Rok: Norma McMillan
  • Ork: John Stephenson

No Brasil Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Mightor: Domício Costa
  • o jovem Tor (alter-ego de Mightor): Rodinei Gomes e Carlos Marques
  • o dragão alado Tog (mascote de Tor/Mightor): efeitos vocais de John Stephenson mantidos no original
  • Chefe Pondo: Ênio Santos, Darcy Pedrosa e Jomeri Pozzoli
  • Sheera (filha do chefe Pondo): Angela Bonatti
  • Pequeno Rok (o irmão caçula de Sheera): Glória Ladany e Ângela Bonatti
  • O pássaro dodô Ork (mascote do Pequeno Rok): efeitos vocais de John Stephenson mantidos no original

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]