Emigração no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Migração externa no Brasil)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Emigração no Brasil é um movimento migratório de brasileiros que deixam seu país para morar em outras regiões do mundo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Até aproximadamente as Guerras Mundiais o Brasil era um centro receptor da migração internacional. O decorrer do século XX transformou essa tradição e a emigração de brasileiros para outros espaços tornou-se maior, preferindo destinos europeus e estadunidense. Na Europa, o migrante brasileiro foi muitas vezes barrado, por não conseguir o visto de entrada, que é obtido, principalmente, com comprovação de renda e moradia fixa.

As migrações internacionais recentes no Brasil têm, como países de destino, essencialmente, os Estados Unidos, Portugal, Espanha, Itália, Inglaterra, França, Canadá, Austrália, Suíça, Alemanha, Polônia, Bélgica, Países Baixos, Japão, Paraguai e Israel, assim, quase num movimento inverso ao que se deu no século XIX.

Note-se, no entanto, que as migrações brasileiras para o Paraguai constituíram um fenómeno que teve os seus inícios logo nos anos 70. Segundo as estatísticas [carece de fontes?], o maior número de migrantes brasileiros está nos Estados Unidos, o segundo contingente situa-se no Paraguai (os chamados "brasiguaios").

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre o Brasil é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.