Mike Mignola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mike Mignola
Mike Joseph Mignola
Mike Mignola at WonderCon 2009.JPG

Nascimento 16 de Setembro de 1960 (53 anos)
Local Berkeley, California,  Estados Unidos
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano(a)
Área(s) de actuação Desenhista
Arte-finalista
Escritor
Trabalhos de destaque Hellboy
Bureau of Paranormal Research and Defence
Odisséia Cósmica

Michael Joseph Mignola é um autor norte-americano de banda desenhada, trabalhando quer na área do argumento, quer da arte. Nasceu em 16 de Setembro de 1960, em Berkeley, Califórnia. Vive em Nova Iorque com a sua esposa e filha. A sua distinta arte já foi denominada como o expressionismo alemão misturado com Jack Kirby. É o criador da série de banda desenhada Hellboy, pela qual recebeu Prémios Harvey e Eisner. Em 1999, foi finalista para o Prêmio da Associação de Escritores de Terror Bram Stoker.

Banda Desenhada[editar | editar código-fonte]

Mike Mignola iniciou a sua carreira na banda desenhada com trabalhos publicados no fanzine The Comic Reader em 1981, com 19 anos.

Em 1983 foi contratado pela Marvel Comics, inicialmente como arte-finalista. Nesta empresa trabalhou nalguns números das seguintes revistas:

Mignola colaborou com muitas outras editoras, como a DC Comics, Dark Horse, Image, Pacific, Comico-Comics, First, New Comics Group, Avalon Editions, Atomeka Press, Fantagraphics, Wizard Press, Valiant, Tops, Entity Comics, Calliope Comics, Harris, Planet Lucy Press, White Wolf, ou Caliber.

Alguns dos títulos em que trabalhou nestas editoras são The Chronicles of Corum, Phantom Stranger, World of Krypton, Cosmic Odyssey, Ironwolf: Fires of the Revolution, Gotham by Gaslight, Dracula e Aliens: Salvation.

No seu currículo, estão obras ao longo de argumentistas conceituados, como Walter Simonson, Alan Moore e Dave Gibbons.

Foi em meados dos anos 90, que criou o seu personagem Hellboy, um sucesso em termos de público e crítica.

Tem ainda ilustrado os livros de Hellboy, escritos ou editados por Christopher Golden.

Obras publicadas em Portugal e no Brasil[editar | editar código-fonte]

  • Hellboy: Semente de Destruição
  • Hellboy: Despertar o Demónio
  • Hellboy: Caixão Acorrentado
  • Hellboy: A Mão Direita da Perdição
  • Hellboy: Verme Conquistador
  • Hellboy: Paragens Exóticas
  • Hellboy: A Noiva do Inferno
  • Hellboy: A Caçada Selvagem
  • Hellboy: A Feiticeira Troll
  • Hellboy: Máscaras e Monstros
  • Hellboy: O Vigarista/A Capela de Moloch

Cinema[editar | editar código-fonte]

Em 1992, foi ilustrador do filme Drácula de Bram Stoker de Francis Ford Coppola. Trabalhou ainda como consultor visual no filme Blade II de Guillermo del Toro em 2002. Em 2004 Hellboy foi transposto para o cinema em por Guillermo del Toro, com Mignola como consultor visual e produtor (além de um aparição no filme como um cavaleiro). Em 2008 foi lançado Hellboy II: The Golden Army.

Na área de animação, contribuiu com o desenho de personagens para as séries Batman (1992) e Batman Beyond (1999) e para o filme da Disney Atlântida: O Continente Perdido de Gary Trousdale e Kirk Wise.

Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.