Mil Mi-12

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mil Mi-12
New Zealand PW-51.svg
Um Mi-12 em uma feira de aviões em Paris
Descrição
Tipo Helicóptero de transporte militar
Fabricante União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Mil Moscow Helicopter Plant
Primeiro voo 10 de julho de 1968 (46 anos)
Capacidade de
passageiros
300 passageiros
Dimensões
Comprimento 50 metros
Envergadura 70 metros
Altura 13,5 metros
Pesos
Peso máx. decolagem 105 000 kg
Performance
Velocidade máxima 260 km/h
Altitude máxima 3 500 metros


O helicóptero soviético Mil Mi-12, também conhecido como V-12 (apelido NATO Homer), é o maior helicóptero já construído.[1]

O MI-12 utiliza um esquema de dois rotores transversais contrarrotativos. Foram também construídos por Mil e eliminam o uso do rotor traseiro. Estes rotores são os mesmos utilizados no Mil Mi-6 e aqui duplicados (Mi-12).

A produção do protótipo do Mi-12 começou em 1965 conseguindo no primeiro teste levantar não menos que 35.000 kg, em 10 de julho de 1968 iniciaram-se vôos operacionais. Em fevereiro de 1969, o protótipo levantou uma carga de 31.030 kg a uma altura de 3,91 m. Em agosto do mesmo ano, o Mi-12 ergueu 54 205 kg (88 636 lb) a uma altura de 2255 m (7398 pés), um recorde mundial.

Outro Mi-12 com registro CCCP-21142 / H-833 foi construído e demonstrado na Europa inclusive no show de Le Bourget, Paris, em 1971. Apesar disto o helicóptero não alcançou suas especificações de projeto e o programa foi cancelado com apenas três aeronaves produzidas.

Algumas fontes mencionam um quarto protótipo de MI-12, que caiu em testes, mas isto não foi confirmado por fontes oficiais.

Um dos Mi-12 remanescentes esta em exposição no Museu Monino da Força Aérea Russa (50 km ao leste de Moscou). O outro está na fábrica de helicópteros Michail Leontjewitsch Mil em Lyubertsy-Panki próximo a Moscou (Ago. 2006). Já o terceiro protótipo foi desmantelado.

Cockpit do Mi-12

Trivia[editar | editar código-fonte]

Em março de 2009, o V-12 inspirou uma brincadeira de primeiro de abril (dia da mentira) como o "Hotelicopter" que seria o primeiro hotel voador.[2]

Características gerais[editar | editar código-fonte]

Tripulação: 6 (piloto, co-piloto, engenheiro de voo, eletricista, navegador e operador de rádio)

Capacidade: 300 passageiros, 28 toneladas de carga (VTOL) ou 50 toneladas de carga (STOL).

Comprimento: 50,00 m (121 ft 4 in)

Diâmetro do rotor: 2x 35,00 m (150 ft 10 in)

Altura: 13,50 m (41 ft 0 in)

Área do disco: 1924 m² (20.700 ft²)

peso vazio: 79,100 kg (152,020 lb)

Peso com carga: 100 000 kg (213.400 lb)

Peso máximo para decolagem: 105 000 kg (231 000 lb)

Motores: 4× Soloviev D-25VF turboeixo, 4048 kW (6497 shp) cada.

Velocidade máxima: 260 km/h (163 mph)

Desempenho

Alcance: 1000 km (625 miles)

Teto de serviço: 3500 m (11.480 ft)

Razão de subida: 0,9 m/s (177 ft/min)

Carga do disco: 50 kg/m² (10 lb/ft²)

Potência/peso: 0,20 kW/kg (0,12 hp/lb)

Referências

  1. Gordon, Yefim. Mil's heavylift helicopters : Mi-6, Mi-10, V-12 and Mi-26. 2nd edition ed. Hinckley: Midland Publishing, 2005. vol. 22. ISBN 1-85780-206-3
  2. [1] Gizmodo: Stay At the Hotelicopter: The World's First Flying Hotel By Sean Fallon, 27 March 2009
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.