Miloš Zeman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miloš Zeman
3º Presidente da República Checa República Checa
Mandato 8 de março de 2013
a presente
Primeiro-ministro Petr Nečas
Antecessor(a) Václav Klaus
Primeiro-ministro da República Checa República Checa
Mandato 22 de julho de 1998
a 12 de julho de 2002
Antecessor(a) Josef Tosovsky
Sucessor(a) Špidla
Presidente da Câmara dos Deputados da República Checa República Checa
Mandato 1996
a 1998
Antecessor(a) Milan Uhde
Sucessor(a) Václav Klaus
Líder do Partido dos Direitos Civis - Zemanovci
Mandato 6 de março de 2010
a 29 de maio de 2010
Sucessor(a) Vratislav Mynář
Membro da Assembleia Federal (Assembleia da Câmara Federal das Nações)
Mandato 1990
a 1992
Membro da Assembleia Federal (Assembleia da Câmara Federal do Povo)
Mandato 1992
a 1992
12º Presidente do CSSD
Mandato 1993
a 1992
Antecessor(a) Jiri Horak
Sucessor(a) Špidla
Vida
Nascimento 28 de Setembro de 1944 (69 anos)
Kolín
Nacionalidade Checoslováquia checo
Dados pessoais
Alma mater Universidade de Economia de Praga
Cônjuge Blanka Zemanová (1971-1978)
Ivana Zemanová, roz. Bednarčíková (1993-presente)
Partido Partido Comunista da Checoslováquia (1968-70)
Assinatura Assinatura de Miloš Zeman

Miloš Zeman (Kolín, 28 de setembro de 1944) é o atual presidente da República Checa.

Miloš Zeman ([mɪloʃ zɛman]) juntou-se ao Partido Comunista da Checoslováquia durante as reformas da Primavera de Praga em 1968 na antiga Checoslováquia. Este curto período de maior liberdade foi brutalmente esmagado por uma invasão soviética. Dois anos depois foi expulso do partido e perdeu o seu emprego como professor de economia. Milos Zeman juntou-se ao Partido Social Democrata, tendencialmente de esquerda, após a queda do comunismo em 1993. Cinco anos mais tarde, formou um governo de minoria responsável pelas negociações para a adesão da República Checa à União Europeia em 2004.[1]

Foi primeiro-ministro da República Checa, de 1998 a 2002. Também foi líder do Partido Social-Democrata Checo e serviu como presidente da Câmara dos Deputados, a câmara baixa do parlamento checo, de 1996 a 1998. Ele era um rival freqüente de Václav Klaus. Zeman transformou um fraco Partido Social-Democrata Checo em um dos maiores partidos do país, juntamente com o Partido Democrático Cívico. Em 26 de Janeiro de 2013, ele foi eleito presidente da República Checa; o seu mandato teve início a 8 de março de 2013.[2]

Referências

  1. [1]
  2. Agence France Presse (26 de janeiro de 2013). Ex-premiê Miloš Zeman é eleito presidente da República Checa (em português). Página visitada em 26 de janeiro de 2013.
Precedido por
Václav Klaus
Presidente da República Checa
2013–presente
Sucedido por
Incumbente
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.