Milosh I da Sérvia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miloš Obrenović

Miloš Obrenović (em servo-croata, Милош Обреновић; pronuncia-se Milosh Obrênovitch), também conhecido como Miloš Teodorović (18 de março de 1780 - 26 de setembro de 1860) foi Príncipe da Sérvia entre 1815 e 1839, e novamente ente 1858 e 1860.

Depois de ter participado das fases finais da Primeira revolta sérvia no final de 1813, foi um dos poucos líderes da rebelião a restar na Sérvia sobrevivendo ao retorno dos otomanos. Sucessivamente, em abril de 1815, foi um dos instigadores da Segunda revolta sérvia, chegando a ser o líder absoluto.

Em 1817, as forças do Império Otomano sconfissero o exército sérvio non prima comunque de ter negociado com Marashli-paxá: próprio a diplomacia utilizada da Miloš incluía uma certa autonomia para a Sérvia, mas sempre como território vassalo do Império Otomano. O povo sérvio porém logo se rebelou contra o poder autocrata e mesmo brutal de Miloš, que foi forçado a aceitar uma constituição em 1835. Isto causou uma série de confrontos com os poderosos vizinhos austríacos, otomanos e russos: em particular a Áustria de Metternich mal suportou a instituição de uma bandeira sérvia e de um seu Ministro do Exterior. Miloš, no entanto, retirou a Constituição sob as pressões sempre maiores dos três vizinhos.

Precedido por
Príncipe da Sérvia
18151839
Sucedido por
Milan Obrenović II
Precedido por
Alexandre Karađorđević
Príncipe da Sérvia
18581860
Sucedido por
Miguel Obrenović III