Minúsculo 613

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuscritos do Novo Testamento
PapirosUnciaisMinúsculosLecionários
Minúsculo 613
Texto Atos dos Apóstolos e as epístolas paulinas
Data século XII
Escrito grego
Agora está Biblioteca Nacional da Universidade de Turim
Tamanho 23,7 cm por 17,3 cm
Tipo  ?
Categoria nenhuma

Minúsculo 613 (numeração de Gregory-Aland), α 298 (von Soden) é um manuscrito minúsculo grego do Novo Testamento, em folhas de pergaminho, datado paleograficamente como sendo do século XII[1] . Ele já numerado como 136a and 169p[2] .

Atualmente acha-se no Biblioteca Nacional da Universidade de Turim (C. V. 1), em Turim[1] .

Descrição[editar | editar código-fonte]

O códice contem o texto dos Atos, as epístolas católicas e as epístolas paulinas em 174 folhas de pergaminho (tamanho 23,7 cm por 17,3 cm), com uma lacuna em Hebreus 13:24-25[1] . O texto está escrito em uma coluna de 27 linhas por página[1] .

Ele contém prolegomena, tabelas de κεφαλαια ("tabelas de conteúdo") antes de cada livro, marcas lecionárias nas margens e notas em dias festivos e feriados, além de um sinaxário[2] . O códice contém também o tratado de Pseudo-Doroteu sobre os doze apóstolos e os setenta discípulos de Jesus (como também os minúsculos 82, 93, 177, 459, 617 e 699)[3] [2] .

A ordem dos livros é: Atos, epístolas católicas e epístolas paulinas[3] . A Epístola aos Hebreus aparece depois de Filêmon[3] .

Texto[editar | editar código-fonte]

Kurt Aland não classificou o texto em nenhuma categoria[4] .

O manuscrito foi parcialmente destruído por um incêndio[1] .

História[editar | editar código-fonte]

O manuscrito foi acrescentado à lista de manuscritos do Novo Testamento por Johann Martin Augustin Scholz. Ele foi examinado por Pasinus e Gregory viu o manuscrito em 1886[3] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e ALAND, Kurt; M. Welte, B. Köster, K. Junack. Kurzgefasste Liste der griechischen Handschriften des Neues Testaments (em alemão). Berlin, New York: Walter de Gruyter, 1994. p. 83. ISBN 3110119862
  2. a b c Scrivener, Frederick Henry Ambrose; Edward Miller. A Plain Introduction to the Criticism of the New Testament (em alemão). 4 ed. London: George Bell & Sons, 1894. p. 294. vol. 1.
  3. a b c d Gregory, Caspar René. Textkritik des Neuen Testaments. Leipzig: [s.n.], 1900. p. 276. vol. 1.
  4. ALAND, Kurt; Barbara Aland;. In: Erroll F. Rhodes (trad.). The Text of the New Testament: An Introduction to the Critical Editions and to the Theory and Practice of Modern Textual Criticism (em inglês). Grand Rapids: William B. Eerdmans Publishing Company, 1995. p. 133, 139. ISBN 978-0-8028-4098-1