Mineraloide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Maio de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Braceletes pré-históricos feitos em azeviche.

Mineralóide é a designação dada a materiais de origem geológica que apresentem características semelhantes às dos minerais, mas não sejam cristalinos ou, quando o sejam, não tenham uma composição química suficientemente uniforme para poderem ser considerados com um mineral específico. Substâncias produzidas pelo homem ou qualquer outro ser vivo que tenham características de minerais também são chamadas mineralóides, como o gelo que criamos em geladeiras ou a concha de um molusco, por exemplo.

Entre os mineralóides encontram-se substâncias de interesse económico e gemológico, como a obsidiana (que por ser um vidro e não um cristal não é um mineral), o azeviche (que na realidade é uma forma densa de carvão) e a opala (devido à sua natureza não cristalina). O mesmo acontece com o âmbar, uma substância orgânica não cristalina de origem geológica.

As pérolas são por vezes consideradas como um mineral, devido à presença de cristais de carbonato de cálcio na sua estrutura, mas são melhor classificadas como um mineralóide, devido à sua origem biológica sem transformação geológica e por conterem um ligante orgânico que lhes dá uma composição química não uniforme.