Mingrelianos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde abril de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Scènes, paysages, moeurs et costumes du Caucase dessinés d'aprés nature par le prince G. Gagarine.6.jpg

Os mingrelianos ou mingrélios constituem um grupo sub-étnico georgiano que vive principalmente em Samegrelo (Mingrélia), região da Geórgia. Eles também vivem em números consideráveis na região da Abcásia e em Tbilisi, capital do país. Aproximadamente entre 180.000 e 200.000 pessoas de proveniência mingreliana foram expulsas da Abcázia, como resultado do conflito georgiano da Abkházia, no início de 1990 e a consequente limpeza étnica dos georgianos da região separatista.

A maioria dos mingrelianos falam o idioma Mingrelian georgiano e que pertence às família linguística caucasiana meridional (kartulianas), mas utilizam apenas o alfabeto georgiano.

História[editar | editar código-fonte]

Os mingrelianos são descendentes de várias tribos cólquidas que mais tarde vieram a ficar sob a influência de sua etnia oriental da Geórgia (Iberia). Logo no início da Idade Média, a sua aristocracia e o clero, seguidos mais tarde pelos leigos, adotaram o georgiano como língua de instrução e cultura. Após a fragmentação do Reino da Geórgia, no século 15, a Mingrelia foi um principado autónomo, que foi envolvido em uma série de conflitos com outras organizações políticas georgianas até ser anexado pelo Império Russo em 1800.

Em vários censos realizados sob o Império e no início da União Soviética, os mingrelianos foram consideradas um grupo separado, mas que foram classificados na categoria mais ampla de georgiano nos anos 1930. Atualmente, a maioria dos mingrelianos se identificam como "georgiano" e têm preservadas muitas características culturais, incluindo a língua Mingrelian, mas o número dos seus falantes têm diminuído.

O primeiro presidente de uma Geórgia independente, Zviad Gamsakhurdia (1939-1993), foi um mingreliano. Portanto, após o violento golpe de Estado de 21 de dezembro de 1991 - 6 de janeiro de 1992, Samegrelo se tornou o centro de uma guerra civil, que terminou com a derrota dos partidários de Gamsakhurdia.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mingrelianos