Minority Report

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Minority Report
Autor (es) Philip K. Dick
País  Estados Unidos
Género ficção científica
Linha de tempo da história futuro
Lançamento 1956
Edição portuguesa
Edição brasileira
Editora Editora Record
Páginas 368
ISBN 8501065137

Minority Report é um conto de ficção científica escrito por Philip K. Dick e publicado em 1956. A narrativa tem lugar numa sociedade futurista onde os crimes de homicídio são prevenidos antes que eles ocorram, graças ao auxílio de indivíduos, conhecidos como precogs, que podem ver o futuro. Apesar das divergências entre o filme Minority Report (estrelado por Tom Cruise) e o conto, em ambos os casos a personagem principal é o líder de uma divisão especial da polícia que evita os crimes previstos por um conjunto de três precogs. Subitamente descobre que ele próprio será um assassino, o que o leva a tentar contrariar o seu «destino» traçado pelos precogs e portanto a pôr em causa o próprio sistema. Para o desenrolar da narrativa (quer no conto quer no filme) desempenha um papel fundamental a existência de «relatórios minoritários», isto é, o facto de a previsão de um dos precogs ser por vezes divergente da dos outros dois, o que abre a possibilidade de diversos futuros potenciais, recuperando parcialmente—mas não necessariamente, o que é uma das mais importantes diferenças entre conto e filme—a ideia de livre arbítrio que é posta em causa pela própria premissa da narrativa.

Ícone de esboço Este artigo sobre ficção científica e fantasia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.