Mira Haar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Mira Haar
Mira Haar no espetáculo Florilégio, no Museu da Casa Brasileira, em outubro de 2010
Nome completo Mira Maria Haar
Nascimento 2 de Julho de 1953 (61 anos)
Ocupação Atriz

Mira Maria de Souza Haar (São Paulo, 2 de Julho de 1953) é uma atriz e figurinista brasileira.

Foi uma das fundadoras da companhia teatral Pod Minoga, por onde passaram nomes como Dionisio Jacob, Cristina Mutarelli, Carlos Moreno, Ary França e Iara Jamra.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Mira atuou na série infanto-juvenil Mundo da Lua, da TV Cultura São Paulo, ao lado de Antônio Fagundes e Gianfrancesco Guarnieri.

Participou também das minisséries Abolição (1988) e A Máfia no Brasil (1984).

Atua como Hilda, mãe de Graça em Mulher de Fases, da HBO.

No cinema[editar | editar código-fonte]

No Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 2009 - "Uma mulher de vestido preto" - (figurinos)

Referências

  1. Cinemateca Brasileira, Asa Branca : Um Sonho Brasileiro [em linha]
  2. Cinemateca Brasileira, Das Tripas Coração [em linha]
  3. Cinemateca Brasileira, Dias Melhores Virão [em linha]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]