Miss Atlántico Internacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Atlântico Internacional
Fundação 1995
Tipo Concurso de beleza
Sede Punta del Este, Uruguai
Diretor Geral Heber Barrios

Miss Atlântico Internacional é um concurso de beleza feminino realizado anualmente desde 1995 em Rocha, no Uruguai. Foi criado para ser realizado junto com a Festa Internacional del Jerarquía. Em 1998 foi transferido para a cidade de Punta del Este. A partir de 1999, a transmissão televisiva chega a todo o Uruguai, e a 64 canais de 32 países da América, e ainda em algumas partes da Europa. Com uma audiência aproximada de 20 milhões de telespectadores. Teve diversas localidades dentro do país no decorrer dos anos. [1]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Abaixo, todas as candidatas que venceram a disputa internacional em seus respectivos anos:

Ano Vencedoras País Local do Evento Ref
1995 Cláudia Schimdt Uruguai Uruguai Uruguai
La Paloma,
Rocha
[2]
1996 Daniela Cecconello Brasil Brasil [3]
1997 Sandra Borgeto Argentina Argentina [4]
1998 Isabel Mónzon Uruguai Uruguai Uruguai
Punta del Este,
Maldonado
[5]
1999 Tonka Pétric Chile Chile [6]
2000 Norkys Batista Venezuela Venezuela [7]
2001 Nicolette Ferrarini Itália Itália [8]
2002 Karen Goméz Uruguai Uruguai [9]
2003 Cynthia Martins Brasil Brasil [10]
2004 Catalina Valencia Colômbia Colômbia [11]
2005 Bertha Torres Panamá Panamá [12]
2006 Manuela Esposito Itália Itália [13]
2007 Antonella Böhl Argentina Argentina [14]
2008 Alexandra Díaz República Dominicana República Dominicana [15]
2009 Eliana Quintero Equador Equador [16]
2010 Jessica Guillén Venezuela Venezuela [17]
2011 Michelle Gildenhuys África do Sul África do Sul [18]
2012 Catherine de Zorzi Venezuela Venezuela [19]
2013 Lorena Romaso Uruguai Uruguai [20]
2014 Mireia Lalaguna Espanha Espanha [21]
2015 TBD TBD

Títulos por País[editar | editar código-fonte]

Títulos País Vitórias
4 Uruguai Uruguai 1995, 1998, 2002, 2013
3 Venezuela Venezuela 2000, 2010, 2012
2 Argentina Argentina 1997, 2007
2 Itália Itália 2001, 2006
2 Brasil Brasil 1996, 2003
1 Espanha Espanha 2014
África do Sul África do Sul 2011
Equador Equador 2009
República Dominicana República Dominicana 2008
Panamá Panamá 2005
Colômbia Colômbia 2004
Chile Chile 1999

Apadrinhamento[editar | editar código-fonte]

O concurso tem como madrinh a líbano-uruguaia Princesa Laetitia d'Arenberg, que declara sobre a competição: [22]

Cquote1.svg Para muitos o Miss Atlântico Internacional é só mais um certame de beleza. Para mim, é muito mais que isso, significa um conhecimento profundo das raízes do nosso país. Quando falo sobre o Miss Atlântico Internacional é ao mesmo tempo falar sobre o Uruguai. Aqui nasceu o concurso, no Departamento de Rocha e começou a dar seus primeiros passos em La Paloma há cerca de 27 anos atrás.

A vencedora deste certame será a porta voz do estandarte do turismo deste país e graças a suas diferentes atividades, ela levará para fora das fronteiras a expressão do que viveu, percorrendo diferentes destinos do Uruguai que para nós, é um ponto positivo para o nosso turismo.

Cquote2.svg
Laetitia Princesa d'Arenberg, Madrinha do Miss Atlântico Internacional

História[editar | editar código-fonte]

A cidade La Paloma, no Departamento de Rocha, Uruguai.

O concurso foi projetado inicialmente em 1987, no departamento de Rocha, no Uruguai com objetivos e diretrizes bem traçadas para que no futuro ele conseguisse abranger não somente o próprio país como também diversos países. Inicialmente, até 1994, o concurso elegia somente uruguaias. A partir do ano de 1995, a competição se abriu e adquiriu o nome de Miss Atlántico Internacional, abrangendo diversas nações ao redor do mundo. Os objetivos que levaram a criação do concurso se encontram abaixo: [23]

Diretrizes[editar | editar código-fonte]

  1. A realização de uma festa internacional junto à Feria del Jerarquía;
  2. A inovação em termos de concursos de beleza atuais;
  3. A internacionalização, não só das candidatas como também da mídia no exterior;
  4. Conseguir um trabalho sério e contínuo para que as nações realizem suas etapas nacionais;
  5. Fazer com que cada país faça a promoção do concurso de maneira a agregar mais associados;
  6. Promover diversas cidades do Uruguai com atividades pré-final do evento.

Participações[editar | editar código-fonte]

Ranking[editar | editar código-fonte]

A tabela abaixo apresenta a quantidade de títulos e as respectivas classificações na fase final.

Rank País Total
01º. Uruguai Uruguai 4 1 1 6
02º. Venezuela Venezuela 3 2 2 7
03º. Argentina Argentina 2 3 1 6
04º. Brasil Brasil 2 2 2 6
05º. Itália Itália 2 2
06º. Chile Chile 1 1 2 4
07º. República Dominicana República Dominicana 1 1 1 3
08º. África do Sul África do Sul 1 1 2
09º. Colômbia Colômbia 1 1 2
10º. Espanha Espanha 1 1 2
11º. Panamá Panamá 1 2 3
12º. Equador Equador 1 1 2
13º. Costa Rica Costa Rica 2 2
14º. México México 1 1
15º. Porto Rico Porto Rico 1 1
16º. Cuba Cuba 1 1
17º. San Marino San Marino 1 1
18º. Tunísia Tunísia 1 1

Histórico[editar | editar código-fonte]

  • O Uruguai Uruguai é o país que mais detém coroas no concurso, um total de 4.
    • A primeira candidata uruguaia a vencer a competição foi Claudia Schmidt em 1995.
  • A representante da Itália Itália em 2001, Nicolette Ferrarini foi a que mais derrotou candidatas em seu concurso, um total de 17.
    • Nicolette Ferrarini foi também a primeira europeia a vencer o concurso.
  • Michelle Ann Gildenhuys da África do Sul África do Sul foi a primeira africana a vencer a disputa, em 2011.
    • Michelle é irmã de Sheree-lee Gildenhuys, candidata em 2012 e que acabou ficando em 2º. Lugar.
  • O Uruguai Uruguai também foi o primeiro país a obter duas coroas no certame, em 1995 e 1998.
    • Porém, a uruguaia vencedora de 1998, Isabel Mónzon, ganhou o concurso já realizado em Punta del Este.
  • Ambra Gulla da Etiópia Etiópia foi a primeira candidata africana a disputar o concurso, em 2001.
  • A primeiras europeias a participarem do certame foram as candidatas da Itália Itália (Floriana Aisoni) e da Espanha Espanha (Isabel García) em 2000.
  • O concurso de 2014 foi adiado em 1 dia por causa da chuva forte que atingia Punta del Este.
  • A Argentina Argentina foi o país que mais ficou em 2º. Lugar na história da competição, em 1999, 2008 e 2010.
  • A República Popular da China China e a Coreia do Sul Coréia do Sul foram os primeiros países da Ásia a participarem do concurso, em 2005.
    • As representantes foram Tizi Huang e Lee Soo-a, respectivamente. Ambas não tiveram classificação.
  • Apesar de não ser o maior detentor de títulos do concurso, a Venezuela Venezuela é a que mais possui classificações, um total de 7.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.missatlantico.com/historia.html
  2. Miss Atlántico Internacional 1995 - Cláudia Schimdt History of Beauty (00-00-0000). Visitado em 29-01-2015.
  3. Miss Atlántico Internacional 1996 - Daniela Cecconello History of Beauty (00-00-0000). Visitado em 29-01-2015.
  4. Miss Atlántico Internacional 1997 - Sandra Borgeto History of Beauty (00-00-0000). Visitado em 29-01-2015.
  5. Miss Atlántico Internacional 1998 - Isabel Mónzon History of Beauty (00-00-0000). Visitado em 29-01-2015.
  6. Tonka Tomicic Petric Miss Chile Mundo 1995 Foro Univision (31-01-2000). Visitado em 28-01-2015.
  7. La más bella llegó desde Venezuela La Red 21 (31-01-2000). Visitado em 28-01-2015.
  8. Una italiana domina el Atlántico La Red 21 (29-01-2001). Visitado em 28-01-2015.
  9. La hora de las Uruguayas La Red 21 (28-01-2002). Visitado em 28-01-2015.
  10. La brasileña Cynthia Brodt Martins es la nueva Miss Atlántico La Red 21 (11-02-2003). Visitado em 28-01-2015.
  11. Miss Atlántico Internacional 2004 Miss Brazil (24-01-2004). Visitado em 28-01-2015.
  12. Bertha Peric Torres - Miss Atlántico 2005 Panamá América (13-01-2005). Visitado em 29-01-2015.
  13. XXIV Miss Atlántico Internacional 2010 PuntaWeb (23-01-2010). Visitado em 29-01-2015.
  14. Soraya Antonella Bohl de Argentina, la nueva Miss Atlántico Internacional PuntaWeb (06-02-2007). Visitado em 28-01-2015.
  15. Fernanda de Araújo esteve no Uruguai representando o Brasil! Miss Brazil (10-02-2008). Visitado em 28-01-2015.
  16. Una noche esteña con final oriental El Pais (11-02-2009). Visitado em 28-01-2015.
  17. [http://www.grau10.net/january2010f.html Venezuelana é a nova Miss Atlântico Internacional] Grau10 (23-02-2010). Visitado em 28-01-2015.
  18. South Africa wins Miss Atlántico Internacional 2011 Global Beauties (12-02-2011). Visitado em 24-01-2015.
  19. Miss Atlántico Internacional 2012 Punta del Este.com (14-02-2012). Visitado em 24-01-2015.
  20. Miss Atlántico Internacional: La uruguaya Lorena Romaso fue coronada "Reina" El Diario (04-02-2013). Visitado em 24-01-2015.
  21. La española Mireia Lalaguna es la nueva Miss Atlántico Internacional Sol Noticias (13-02-2014). Visitado em 24-01-2015.
  22. Mensaje de Bienvenida de la Madrina de Miss Atlántico Internacional, Laetitia Princesa d'Arenberg Miss Atlántico Internacional. Visitado em 28-01-2015.
  23. Miss Atlántico Internacional Punta del Este.com (12-02-2011). Visitado em 24-01-2015.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]