Miss Brasil 1972

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Brasil 1972
Data: 23 de junho de 1972
Local: Maracanãzinho, Rio de Janeiro
Candidatas: 26
Vencedora: Rejane Vieira da Costa
Representou: Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul

Miss Brasil 1972 foi a décima nona edição do concurso Miss Brasil que foi realizada no dia 23 de junho de 1972 no Ginásio Maracanãzinho no Rio de Janeiro. Miss Brasil 1971 Eliane Parreira Guimarães de Minas Gerais coroou Rejane Vieira Costa do Rio Grande do Sul. A vencedora representou o Brasil no Miss Universo 1972. A segunda colocada representou o Brasil no Miss Mundo 1972. A terceira colocada representou o Brasil no Miss Internacional 1972. O concurso foi transmitido pela Rede Tupi, apesar de não constar de sua grade para a cidade de São Paulo[1] .

Resultados[editar | editar código-fonte]

Colocação Candidata
Miss Brasil 1972
2º. Lugar
3º. Lugar
4º. Lugar
5º. Lugar
Semifinalistas
(TOP 08)

Premiações Especiais[editar | editar código-fonte]

  • Novamente só houve a premiação de Miss Simpatia:
Premiação Candidata
Miss Simpatia

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Miss Brasil 1972
Numeração Estado Candidata
01 Acre Acre Lucineide Oliveira Cardoso
02 Alagoas Alagoas Ana Maria do Rosário Lerner
03 Amapá Amapá Kátia Mara Houat
04 Amazonas Amazonas Maria Suely Souza
05 Bahia Bahia Maria Adélia Junqueira
06 Ceará Ceará Maria Bayma de Souza
07 Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Maria Célia Coelho Pereira
08 Espírito Santo (estado) Espírito Santo Maria Imaculada Gariglio
09 Goiás Goiás Maria Tereza de Azevedo
10 Guanabara Guanabara Jane Vieira Macambira
11 Maranhão Maranhão Fátima Elaine da Silva
12 Mato Grosso Mato Grosso Ivone de Barros
13 Minas Gerais Minas Gerais Hilma Nascimento
14 Pará Pará Erinete Menezes Costa
15 Paraíba Paraíba Bernadete Fernandes Martins
16 Paraná Paraná Maria Dolores Peres Bordin
17 Pernambuco Pernambuco Maria Madalena Jácome
18 Piauí Piauí Carlota Maria de Carvalho
19 Rio de Janeiro Rio de Janeiro Marli Pereira Carneiro
20 Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Tázia Bezerra de Sá
21 Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Rejane Vieira da Costa †
22 Rondônia Rondônia Kátia Fernanda Oliveira
23 Roraima Roraima Dacilda Socorro Amora
24 Santa Catarina Santa Catarina Marlene Machado
25 São Paulo São Paulo Ângela Maria Favi
26 Sergipe Sergipe Jocenyr Monteiro Santos

Desempenhos Internacionais[editar | editar código-fonte]

Miss Universo[editar | editar código-fonte]

Pela primeira vez, o público brasileiro pôde acompanhar ao vivo e via satélite uma transmissão do Miss Universo. Depois de anos sediado em cidades dos Estados Unidos, o concurso internacional passou a ser realizado em outros países, para atender às necessidades do sistema Intelsat. A Rede Tupi foi a responsável pela primeira transmissão em cores do evento, realizado na cidade de Dorado (Porto Rico), no dia 21 de julho. A gaúcha Rejane Vieira Costa ficou em segundo lugar, mas por problemas técnicos ninguém viu a coroação da australiana Kerry Anne Wells. Quando o sinal voltou, o público teve de se contentar com o boa-noite do mestre de cerimônias, Bob Barker ao lado da vencedora.

Miss Mundo[editar | editar código-fonte]

A paulista Ângela Maria Favi não se classificou nas semifinais do Miss Mundo, realizado em Londres. O certame elegeu a australiana Belinda Roma Green como Miss Mundo 1972. O evento ainda contou com Lynda Carter, que mais tarde se tornaria no cinema a eterna Mulher Maravilha. A brasileira Lúcia Petterle quebrou o braço e não pôde viajar para Londres para coroar a sua sucessora ao trono. [2]

Miss Internacional[editar | editar código-fonte]

Já a guanabarina Jane Macambira ficou com o quarto lugar no Miss Beleza Internacional 1972, realizado em Tóquio, no Japão. Linda Hooks do Reino Unido venceu o certame que teve a participação de quarenta e sete candidatas.

Referências