Miss Mato Grosso do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul
Fundação 1979
Tipo Concurso de beleza
Sede Campo Grande, MS
Coordendor(a) Melissa Tamaciro

Miss Mato Grosso do Sul é um concurso de beleza feminino tradicional que ocorre anualmente no Estado e que te tem por objetivo escolher a melhor e a mais capacitada sul-mato-grossense para que esta represente sua cultura e beleza no certame nacional de Miss Brasil no ano em que disputa.

Comandado desde 2011 pela Arena Models, sob responsabilidade a administradora Melissa Tamaciro, o estados é um dos mais bem sucedidos na história da competição, tendo ficado entre os semifinalistas nove vezes em quase trinta anos de participação. O primeiro título e até então único título veio em 1998, com Michela Dauzacker Marchi, que foi semifinalista no Miss Universo daquele mesmo ano.

Tabela de Classificação[editar | editar código-fonte]

Abaixo há uma tabela significativa mostrando a performance das sul-matogrossenses no concurso Miss Brasil.

Posição Performance
Miss Brasil 01
2º. Lugar 01
3º. Lugar 01
4º. Lugar 02
5º. Lugar
Semifinalista 09

Premiações Especiais[editar | editar código-fonte]

  • Miss Simpatia: Ana Flora Nimer (2001)
  • Miss Voto Popular: Patrícia Machry (2013)

História[editar | editar código-fonte]

Depois do Tocantins, o Mato Grosso do Sul é o segundo mais jovem Estado criado pela Constituição Federal do Brasil. Estreante no certame nacional máximo da beleza da mulher brasileira, o Miss Brasil, o Mato Grosso do Sul aclamou uma mato-grossense para representá-lo, Vânia Regina Torraca foi uma das semifinalistas da competição posteriormente. O Estado só foi conhecer uma miss originária de sua terra em 1980, quando Nélia Araújo Delgado, que é natural de Campo Grande, foi ao Miss Brasil 1980. [1]

Após a sua entrada, o período que mais rendeu classificações para Mato Grosso do Sul foi nos anos 80. Com duas semifinalistas e uma miss em terceiro e segundo lugar, respectivamente a paulista Ana Cristina Cestari e a campo grandense Denize Demirdjian, o Estado já se destoava dos demais. A Miss Mato Grosso do Sul de 1985, Kátia de Oliveira Pereira é filha da Miss Mato Grosso 1962 Delcy de Oliveira Pereira, esta última já falecida. [2]

Já nos anos 90 duas não-nascidas no Estado se destacaram, a catarinense Karlotte Testoni sagrou-se campeã estadual em 1992 e a paulista Ana Carina Góes ficou na quarta colocação do Miss Brasil 1996. Dos municípios, dois se destacaram, Ponta Porã conquistou duas vitórias mas nenhuma de suas representantes se classificaram no nacional, ao contrário de Dourados, que além de eleger uma vencedora estadual também elegeu a primeira Miss Brasil para o Estado. A douradense Michela Marchi levou a cultura e a beleza de seu país para o Miss Universo realizado no Havaí, Estados Unidos, em 1998, se tornando semifinalista.

Com exceção da mato-grossense de 2000, todas as misses posteriores são nascidas no Mato Grosso do Sul. Os anos 2000 acarretaram apenas três classificações para o Estado. A amambaiense Rhaíssa Espíndola foi a que chegou mais próxima do título após a vitória de sua conterrânea em 1998, ficando em 4º. Lugar. Sem realização de concurso em 2013, a organização local enviou a sidrolandense Patrícia Machry para a disputa nacional, a bela morena de olhos claros fisgou uma vaga entre as quinze mais belas pelo voto popular. A atual detentora do título é a nascida em Três Lagoas, Érika Moura. [3]

Edições[editar | editar código-fonte]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Ano Vencedoras Representação Colocação no Miss Universo
2014 Érika Cristina Rodrigues de Moura Três Lagoas
2013 Patrícia Isabel Machry Barbosa Sidrolândia Semifinalista (Top 15)
2012 Karen Recalde Rodrigues Três Lagoas
2011 Raíza Machado Vidal Ivinhema Semifinalista (Top 10)
2010 Kátia Martins Talon Naviraí Semifinalista (Top 15)
2009 Pilar Velásquez Corumbá Semifinalista (Top 15)
2008 Tainara Ferreira da Silva Aquidauana
2007 Eigla Carla Pereira de Oliveira Campo Grande
2006 Rhaíssa Espíndola Sivieiro Amambai 4º. Lugar
2005 Laila Teixeira Ramos Dois Irmãos do Buriti
2004 Maisa Krüger Dourados
2003 Michelly de Freitas Dourados
2002 Letícia de Souza Ávila Campo Grande Semifinalista (Top 10)
2001 Ana Flora Nimer Gomes Ponta Porã
2000 Cláudia Renata Rohde Campo Grande
1999 Mirian Jackeline Esteche Ponta Porã
1998 Michela Dauzacker Marchi Dourados MISS BRASIL 1998 Semifinalista (Top 10)
1997 Tatiana da Costa Oliveira Ponta Porã
1996 Ana Carina Góis Homa Campo Grande 4º. Lugar
1995 Cláudia Provenzano Corumbá
1994 Flávia Roberta Lopes Nova Andradina Semifinalista (Top 12)
1992 Karlotte Eloísa Testoni Campo Grande
1989 Deusa Aparecida da Silva Semifinalista (Top 12)
1988 Annelisy Faria da Cunha Rio Verde de Mato Grosso
1987 Eleni Monteiro Migliorini Nova Andradina
1986 Ana Cristina Cestari Campo Grande 3º. Lugar
1985 Kátia de Oliveira Pereira Aquidauana
1984 Rossana Justiniano Campo Grande Semifinalista (Top 12)
1983 Denize Demirdjian Campo Grande 2º. Lugar
1982 Margarida da Silva Juti
1981 Geanine Veiber Silva Campo Grande
1980 Nélia Araújo Delgado Campo Grande
1979 Vânia Regina Torraca Campo Grande Semifinalista (Top 12)

Observações[editar | editar código-fonte]

  • Em 1990 e 1993 não houve disputa nacional;
  • Em 1991, um evento fechado, o Mato Grosso do Sul não disputou;
  • Apenas 5 misses Mato Grosso do Sul não são natural do Estado, são elas:

Títulos por Municípios[editar | editar código-fonte]

Município Títulos Vitória Mais Recente
Campo Grande 11 2007
Dourados 3 2004
Ponta Porã 3 2001
Três Lagoas 2 2014
Corumbá 2 2009
Aquidauana 2 2008
Nova Andradina 2 1994
Sidrolândia 1 2013
Ivinhema 1 2011
Naviraí 1 2010
Amambai 1 2006
Dois Irmãos do Buriti 1 2005
Rio Verde de Mato Grosso 1 1988
Juti 1 1982

Observação[editar | editar código-fonte]

  • Por falta de informações e registros históricos, o título de 1989 não entra na tabela pra nenhum município.

Referências

Links Externos[editar | editar código-fonte]