Miss Venezuela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Venezuela
Fundação 1952
Tipo Concurso de beleza
Sede Venezuela Venezuela
Presidente(a) Osmel Sousa

Miss Venezuela é um dos mais importantes concursos nacionais de beleza do mundo. O evento, criado em 1952 pela extinta companhia aérea Panam, escolhe as representantes da Venezuela para o Miss Universo, Miss Mundo e Miss Beleza Internacional. A vaga para o Miss Terra sai de um concurso independente, o Sambil Models.

Em 2013, o país sul-americano conquistou seu sétimo título no Miss Universo, e cinco em cada um dos outros dois dos principais concursos de beleza do mundo. Seu atual diretor é o cubano radicado em Caracas, Osmel Sousa.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Em 1962, o então diretor do concurso, o empresário e escritor Ignacio Font Coll (já falecido), assinou o primeiro acordo para transmissão televisiva do Miss Venezuela com a RCTV. Mais tarde, em 1968, Coll contrata Osmel para ser um de seus assistentes na direção artística do concurso. Em 1972, a Venevisión (hoje parte da Organización Cisneros) assume os direitos de exibição do Miss Venezuela, inicialmente em rede nacional.

Com a consolidação do formato do Miss Venezuela e as primeiras vitórias no Miss Universo e demais concursos, a Venevisión passaria a produzir as edições do certame nacional e versões condensadas da transmissão oficial (que, geralmente chegam a quatro horas de duração) para exibição no mercado externo. Nos EUA, por exemplo, o concurso vai ao ar em emissoras pagas hispânicas com alguns dias de atraso.

Atualmente, o Miss Venezuela é, ao lado das telenovelas, uma das principais pautas de exportação do Grupo Cisneros/Venevisión para promover a imagem da Venezuela nas feiras especializadas em venda de programas e na audiência dos públicos externos. No mercado doméstico, os shares (participação na audiência) são bastante altos. A transmissão do concurso nacional de 2009, por exemplo, chegou a ser vista em 75% dos aparelhos ligados no território venezuelano. É a audiência mais alta de uma etapa nacional do Miss Universo até o momento.

Formato[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o Miss Venezuela é realizado entre setembro e outubro. A importância dada ao concurso começa com um processo preliminar denominado Gala de la Belleza, no qual as candidatas recebem prêmios por parte dos patrocinadores. Embora seja de interesse mínimo do público, esta etapa é televisionada. O carro-chefe de todo o processo é a grande final que pode durar até cinco horas de duração e que nos últimos anos tem recebido atenção da imprensa estrangeira. Em 2006, o repórter Luís Nachbin, a serviço do Canal Futura, foi um dos primeiros jornalistas de língua lusófona a cobrir o concurso. O resultado dessa cobertura foi condensado numa edição de meia hora do programa Passagem Para..., levado ao ar em dezembro do mesmo ano.

A final do Miss Venezuela é concebida como um mega-espetáculo televisivo de importância similar (ou superior no mercado doméstico) a eventos de grande porte como a entrega anual do Óscar, o Super Bowl, a final da Copa do Mundo FIFA e o GRAMMY, por exemplo. Seus shows costumam incluir, além de celebridades locais em anos recentes, algumas atrações internacionais.A final é tradicionalmente realizada no Poliedro de Caracas,sendo que em anos recentes,ele passou pelos estúdios da Venevisión e foi realizado uma vez em Maracaibo.

Processo de seleção das candidatas[editar | editar código-fonte]

As candidatas ao título de Miss Venezuela são selecionadas tanto por concursos departamentais e distritais como diretamente pela organização do concurso. Geralmente, é eleita uma candidata em cada um dos 23 Estados da Venezuela, mas as regiões geográficas como a Península Guajira, o Distrito Capital e a Costa Oriental do Lago são incluídas para dar maior competitividade e dinamismo à disputa que, em algumas edições, chega a contar com até 30 candidatas.

No entanto, isso não implica dizer que determinada candidata seja da região ou Estado de origem, já que a decisão final cabe exclusivamente à comissão organizadora. Normalmente, o número final de candidatas ao título oscila entre 26 e 28.

Estados ou regiões com mais tradição no Miss Venezuela[editar | editar código-fonte]

Até 2013, Guárico era o Estado que tinha maior número de títulos de Miss Venezuela: oito no total (o último conquistado em 2006), seguido do Distrito Capital (7), Miranda (6), Nueva Esparta e Carabobo (4). Aragua e Lara tinham três títulos cada. Trujillo, Amazonas,Costa Oriental, Sucre, Apure, Bolívar e Zulia tinham dois.

Os Estados ou regiões que conquistaram apenas uma coroa na disputa nacional são os seguintes: Delta Amacuro, Táchira, Yaracuy,, Portuguesa, Monagas e Anzoátegui.

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Ano Miss Venezuela Classificação
1952 Sofía Silva Inserry †
1953 Gisela Bolaños Scarton
1955 Carmen Susana Duijm Semifinalista (Top 15)
1956 Blanca Heredia Osío Semifinalista (Top 15)
1957 Consuelo Gómez
1958 Ida Margarita Pieri
1960 Gladys Ascanio Arredondo
1961 Anasaria Griselda Albornoz
1962 Olga "Olguita" Antonetti Núñez
1963 Irene Amelia Morales Machado
1964 Mercedes Revenga De La Rosa Semifinalista (Top 15)
1965 María Auxiliadora De Las Casas
1966 Magaly Beatriz Castro Egui
1967 Mariela Pérez Branger 2º. Lugar
1968 Peggy Kopp Arenas 4º. Lugar
1969 Marzia Rita Gisela Piazza
1970 Bella Mercedes La Rosa Semifinalista (Top 15)
1971 Jeanette de la Coromoto
1972 Antonieta Cámpoli Prisco 3º. Lugar
1973 Ana Paola Desirée Facchinei
1974 Neyla Chiquinquirá Moronta
1975 Maritza Pineda Montoya
1976 Judith Josefina Castillo 2º. Lugar
1977 Cristal del Mar Montañez Semifinalista (Top 12)
1978 Marisol Alfonzo Marcano
1979 Maritza Sayalero Fernández Miss Universo 1979
1980 María Xavier Brandt Ângulo †
1981 Irene Lailín Sáez Conde Miss Universo 1981
1982 Teresa Oropeza Villavicencio
1983 Paola Laura Ruggeri Ghigo Semifinalista (Top 12)
1984 Carmen María Montiel Ávila 3º. Lugar
1985 Silvia Cristina Stapulionis 4º. Lugar
1986 Bárbara Palacios Teyde Miss Universo 1986
1987 Inés María Calero Rodríguez 4º. Lugar
1988 Yajaira Cristina Vera Roldán Semifinalista (Top 10)
1989 Eva Lisa Larsdotter Ljung Semifinalista (Top 10)
1990 Andreína Katarina Blöhm Semifinalista (Top 10)
1991 Jackeline Rodríguez Streffeza Finalista (Top 06)
1992 Carolina Eva Izsak Kemenify Finalista (Top 06)
1993 Milka Yelisava Chulina Urbanich 3º. Lugar
1994 Minorka Marisela Mercado Carrero 3º. Lugar
1995 Denyse del Carmen Floreano Camargo Finalista (Top 06)
1996 Yoseph Alicia Machado Fajardo Miss Universo 1996
1997 Josefina Bencomo Giménez 2º. Lugar
1998 Veruska Tatiana Ramírez 2º. Lugar
1999 Lucbel Carolina Indriago Finalista (Top 05)
2000 Claudia Moreno 2º. Lugar
2001 Eva Mónica Anna Ekvall † 4º. Lugar
2002 Cynthia Cristina Zamora 5º. Lugar
2003 Mariángel Ruiz Torrealba 2º. Lugar
2004 Ana Karina Áñez Delgado
2005 Mónica Spear Mootz † 5º. Lugar
2006 Jictzad Nakarhyt Carreño
2007 Lidymar Carolina Jonaitis Escalona 3º. Lugar
2008 Dayana Sabrina Mendoza Moncada Miss Universo 2008
2009 Stefanía Fernández Krupij Miss Universo 2009
2010 Marelisa Gibson Villegas
2011 Vanesa Andrea Gonçalves Semifinalista (Top 15)
2012 Irene Sofía Esser Quintero 3º. Lugar
2013 Maria Gabriela Isler Miss Universo 2013
2014 Migbelis Castellanos TBD

Observações[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]