Missa do Crisma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Missa do Crisma, é uma missa realizada na Quinta-feira Santa. Consiste em dois pontos fundamentais:

  • a Bênção dos Santos Óleos, que são os óleos do Crisma, dos Enfermos e do Batismo.
  • a Renovação das Promessas Sacerdotais por parte dos sacerdotes diante do Bispo.

Rito das bênçãos dos Santos Óleos[editar | editar código-fonte]

Os óleos são levados ao altar, e daí segue o rito próprio para cada.

Consagração do Crisma[editar | editar código-fonte]

O óleo do Crisma sendo usado na Missa da Confirmação.

O Bispo derrama os perfumes e confecciona o óleo do Crisma em silêncio, a não ser que o óleo já tenha sido preparado. Após, ele invoca a longa Oração de Consagração.

Bênção do Óleo dos Enfermos[editar | editar código-fonte]

Antes da Oblação, o Diácono se dirige próximo ao óleo dos Enfermos e o leva ao altar. O Bispo então, faz a oração da bênção:

Ó Deus, Pai de toda consolação, que pelo Vosso Filho quisestes curar os males dos enfermos, atendei à oração de nossa : enviai do céu o Vosso Espírito Santo Parácliro sobre este óleo generoso, que por Vossa bondade a Oliveira nos fornece para alívio do corpo, a fim de que pela Vossa santa + bênção, seja para todos que com ele forem ungidos, proteção do corpo, da alma e do espírito, libertando-os de toda dor, toda fraquesa e enfermidade. Dignai-vos abençoar para nós, ó Pai, o Vosso óleo santo, em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.

Bênção do Óleo do Batismo[editar | editar código-fonte]

[[Imagem:Child baptism.jpg|thumb|200px|Crinça sendo batizada após receber o Óleo do Batismo.

Após a oração depois da Comunhão, o Bispo e os concelebrantes ficam ao redor da mesa com o óleo do Batismo (ou dos Catecúmenos). O Bispo de braços abertos para o povo, diz:

Ó Deus, força e proteção do Vosso povo, que fizestes do óleo, Vossa criatura, sinal de fortaleza: dignai-Vos abençoar + este óleo, e concedei o dom da força, aos catecúmenos que com ele forem ungidos; para que, recebendo a sabedoria e virtudes divinas, compreendam mais profundamente o Evangelho do Vosso filho Jesus Cristo, sejam generosos no cumprimento dos deveres cristãos e, dignos da adoção filial, alegrem-se por terem renascido e viverem em Vossa Igreja Católica . Por Cristo, nosso Senhor.

Renovação das Promessas Sacerdotais[editar | editar código-fonte]

Terminada a Homilia, o Bispo se dirige aos sacerdotes dizendo:

Os padres, que na Missa do Crisma renovam sua promessas sacerdotais.

onde: B: Bispo; S:sacerdotes e P:povo;

B:Filhos caríssimos, celebrando a cada ano o dia o Senhor Jesus comunicou seu sacerdócio, aos Apóstolos e a nós, quereis renovar as promessas promessasque um dia fizestes perante o vosso Bispo e o povo de Deus?

S:Quero!

B:Querei-vos unir-vos e conformar-vos mais estreitamente ao Senhor Jesus, renunciando a vós mesmos e confirmando os compromissos do Sagrado Ministério que, levados pelo Amor do Cristo, assumistes em relação à Igreja, no dia de vossa ordenação sacerdotal?

S:Quero!

B:Quereis ser fiéis distribuidores dos mistérios de Deus pela missão de ensinar, pela Sagrada Eucaristia e demais celebrações litúrgicas, seguindo o Cristo Cabeça e Pastor, não levaods pela ambição dos bens materiais, mas levados pelos amor aos seres humanos?

S:Quero!

o bispo volta-se para o povo e diz: B:E vós, caríssimos filhos e filhas, rezai pelos vossos presbíteros, para que o Senhor derrame profusamente os seus dons sobre eles e, como fiéis ministros do Cristo, Sumo Sacerdote, vos conduzam àquele que é fonte da Salvação.

P:Cristo ouvi-nos. Cristo atendei-nos!

B:E orai também por mim, para que eu seja fiel à missão apóstolica, confiada à minha fraqueza, e cada dia realizemelhor entre vós a imagem viva do Cristo Sacerdote, Bom Pastor, Mestre e Servo de todos.

P:Cristo ouvi-nos. Cristo atendei-nos!

Ver Também[editar | editar código-fonte]